terça-feira, 24 de maio de 2011

Pastor Assembleiano entre o Radical e o Moderno‏






Revista ISTOÉ registra matéria com enfoque na liderança pastoral. A igreja centenária Assembleia de Deus é retratada entre o RADICALISMO e a MODERNIDADE.


Parabéns ao colega de profissão o jornalista Rodrigo Cardoso pela matéria.



http://www.istoe.com.br/reportagens/138157_UM+PASTOR+MODERNO+ENTRE+OS+RADICAIS

Um dos comentários que retratam a seriedade do trabalho realizado na igreja apresentada nesta matéria:
EZEQUIEL DOO NASCIMENT
EM 21/05/2011 01:28:29

Tenho 40 anos sou membro desta igreja desde criança. Tenho prazer de fazer parte dessa mudança, Que não é de crença mais, de oportunidade de professar a Fé sem opressão, e servir a um Deus vivo que ama a todos. E esta Igreja permite que o evangelio não seja apenas religiosidade,(usos e costumes)



Sds,


Jesiel Jeronimo, Jornalista
Colaborador do IBADEP
www.ibadep.com

terça-feira, 17 de maio de 2011

Porque o PL 122/2006 é inconstitucional


Antes de fazer qualquer comentário, é importante frisar que uma coisa é criticar conduta, outra é discriminar pessoas. No Brasil, pode-se criticar o Presidente da República, o Judiciário, o Legislativo, os católicos, os evangélicos, mas, se criticamos a prática homossexual, logo somos rotulados de homofóbicos. Na verdade, o PL-122 é contra o artigo 5º da Constituição, porque o projeto de lei quer criminalizar a opinião, bem como a liberdade religiosa.

Vejamos alguns artigos deste PL:

________________________________________
Artigo 1º: Serão punidos na forma desta lei os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual, identidade de gêneros.

Comentário: Eles tentam se escorar na questão de raça e religião para se beneficiar. O perigo do artigo 1º é a livre orientação sexual. Esta é a primeira porta para a pedofilia. É bom ressaltar que o homossexualismo é comportamental, ninguém nasce homossexual; este é um comportamento como tantos outros do ser humano.
________________________________________
Artigo 4º: Praticar o empregador, ou seu preposto, atos de dispensa direta ou indireta. Pena: reclusão de 2 a 5 anos.

Comentário: Não serão os pais que vão determinar a educação dos filhos — porque se os pais descobrirem que a babá dos seus filhos é homossexual, e eles não quiserem que seus filhos sejam orientados por um homossexual, poderão ir para a cadeia.
________________________________________
Artigo 8º-A: Impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público, em virtude das características previstas no artigo 1º desta lei. Pena: reclusão de dois a cinco anos.

Comentário: Isto significa dizer que se um pastor, ou padre, ou diretor de escola — que por questões de princípios — não queira que no pátio da igreja, ou escola haja manifestações de afetividade, irão para a cadeia.
________________________________________
Artigo 8º-B: Proibir a livre expressão e manifestação de afetividade do cidadão homossexual, bissexual ou transgênero, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos ou cidadãs. Pena: reclusão de dois a cinco anos.

Comentário: O princípio do comentário é o mesmo que o do anterior, com um agravante: a preferência agora é dos homossexuais; nós, míseros heterossexuais, podemos também ter direito à livre expressão, depois que é garantida aos homossexuais. O parágrafo do artigo que vamos comentar a seguir "constituiu efeito de condenação".
________________________________________
Artigo 16º, parágrafo 5ª: O disposto neste artigo envolve a prática de qualquer tipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica.

Comentário: Aqui está o ápice do absurdo: o que é ação constrangedora, intimidatória, de ordem moral, ética, filosófica e psicológica? Com este parágrafo a Bíblia vira um livro homofóbico, pois qualquer homossexual poderá reivindicar que se sente constrangido, intimidado pelos capítulos da Bíblia que condenam a prática homossexual. É a ditadura da minoria querendo colocar a mordaça na maioria.

O Brasil é formado por 90% de cristãos. Não queremos impedir ou cercear ninguém que tenha a prática homossexual, mas não pode haver lei que impeça a liberdade de expressão e religiosa que são garantidas no Artigo 5º da Constituição brasileira. Para qualquer violência que se cometa contra o homossexual está prevista, em lei, reparação a ele; bem como assim está para os heterossexuais.

A PL-122 não tem nada a ver com a defesa do homossexual, mas, sim, quer criminalizar os contrários à prática homossexual — e fazem isso escorados na questão do racismo e da religião.

Fonte: Associação Vitória em Cristo

terça-feira, 10 de maio de 2011

Assembleianos, Sem Terras e os Homossexuais



Os últimos acontecimentos monstram que diversas entidades em nosso país precisam rever conceitos. A denominação ASSEMBLEIA DE DEUS está completando 100 anos e vive uma fase no mínimo intrigante.



Os Sem Terras de tempo em tempo provoca revoluções. Invadem uma área aqui outra ali e assim vão prosseguindo. Lutam por seus direitos ultrapassando direitos alheios.



E os Homossexuais o que tem a ver com tudo isso? por que está inserido nesta breve reflexão? Esta classe,que ideológica e constitucionalmente não são considerados como família, vivem harmoniosamente bem e estão conquistando "direitos" não assegurados pela constituição brasileira.

A pergunta é simples: O que os ASSEMBLEIANOS precisam ter que os Homossexuais e os Sem Terras tem?

R.: UNIÃO e não apenas ESTÁVEL, mas CONCRETA.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

ASSEMBLEIA DE DEUS e o IBADEP

Há 100 anos a igreja ASSEMBLEIA DE DEUS prega a salvação no único e suficiente salvador Jesus Cristo e há 35 anos o IBADEP capacita os alcançados pelo ensino da palavra de Deus.

Assembleia de Deus presente em mais de 170 países e o IBADEP presente em 25 países. Duas instituições que ao longo do tempo prima pelo explanar o conhecimento sobre Deus.

"Crescei na Graça e no conhecimento", (2 Pedro 3:18) recomendações bíblicas importantíssimas para toda a sociedade.

O IBADEP e a ASSEMBLEIA DE DEUS pregam o conhecimento juntamente, mas a graça é adquirida pessoalmente.

A todos os ASSEMBLEIANOS e IBADEPIANOS parabéns pelos 100 e 35 anos.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

35 anos de história é comemorado pelo IBADEP
Jesiel Jeronimo
A instituição de ensino IBADEP – Instituto Bíblico das Assembleias de Deus Ensino e Pesquisa comemorou nos dias 08, 09 e 10 de abril a Abertura das festividades 35 Anos IBADEP. Pastor M. Douglas Scheffel Jr., coordenador geral da Instituto conduziu os trabalhos que contou com a presença de diversas autoridades eclesiásticas e políticas.
O evento além de festejar 35 anos de história do IBADEP, também prestou homenagens a personalidades do município e do Estado do Paraná bem como realizou formatura de alunos do curso básico e médio de teologia IBADEP.
Diversas autoridades eclesiásticas estiveram presentes ao evento. Citamos aqui o pastor Adolar Lagos Jr, pastor presidente da AD Mundo Novo-MS. Os preletores e cantores convidados foram: pastor Arlindo Santana, AD Curitiba; pastor Robson Brito, presidente da AD Maringá, pastor Jorge Rabelo, conferencista, cantora Aleandra, dupla Marcelo Dias e Fabiana e o Quarteto Manancial.
Representando a CIEADEP - Convenção das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus no Estado do Paraná, órgão mantenedor do Instituto, esteve o pastor M. Douglas Scheffel, 2º tesoureiro e foi homenageado pelos préstimos da convenção e seu empenho relativo aos serviços oferecidos pelo Instituto aniversariante.
O prefeito de Guaíra, Manoel Kuba recebeu homenagens pelo reconhecimento que tem sobre o Instituto e por incentivar a educação religiosa. O pastor João Joares, pastor-presidente da Igreja Assembleia de Deus em Guaíra foi outra personalidade homenageda entre demais autoridades eclesiásticas da cidade.
A câmara de Vereadores de Guaíra também teve seu reconhecimento. Em nome de todos os vereadores o presidente da Casa Legislativa de Guaíra, Srº Almir Bueno, recebeu do IBADEP a homenagem pelo apreço ao Instituto assim como seus pares.
Personalidades de Guaíra, Agência dos Correios, representada pelo colaborador Nilton Manger, Fabian Vendruscolo, proprietário da Gráfica Lex e Suemi L. Foleto do jornal Ilha Grande de igual modo foram homenageados pela parceira que tem com o IBADEP. A instituição educacional registrou outras homenagens. Pastor Gilmas Soares,chefe de gabinete do Prefeito de Guaíra, pastor Derivaldo Gomes, presbítero Denilson França, cabo da polícia militar diácono Carlos Czerwonka, Irmã Elza Lúcia, Irmã Egiane Bonifácio receberam placas de Honra ao Mérito pelos serviços prestados ao IBADEP em Guaíra.
A instituição prestou diversas homenagens e também foi homenageada. Pastor M. Douglas Scheffel Jr recebeu placa de Honra ao Mérito por todos os colaboradores do Instituto. O reconhecimento foi oferecido pela convenção CIEADEP, entregue pelo representante pastor M. Douglas Scheffel e pela Igreja Assembleia de Deus de Campo Grande – MS, entregue pelo pastor Eliel Borba. Foi homenageado como representante da primeira turma de 1976 do IBADEP o pastor Osvaldo Scheffel, pastor auxiliar da igreja AD Curitiba o mais antigo em atividade da mesma.
O IBADEP comemora 35 anos de atividades com a marca de 35.000 alunos em 25 países. Oferece curso básico e médio de teologia nas línguas portuguesa e espanhola. Seu fundador foi o pastor José Pimentel de Carvalho (1916-2011) autoridade eclesiástica de expressão e reconhecimento internacional. Por seu empenho na área educacional e trabalho dos colaboradores o IBADEP festeja 35 anos com sucesso. Pr M. Douglas Scheffel Jr agradece a sua esposa Karine Butzke e seus filhos M. Douglas Scheffel III e Sofia Loíse Butzke Scheffel, a equipe de colaboradores do IBADEP e a todos pela realização desta comemoração e já convida os leitores desta revista para o último evento das comemorações 35 anos IBADEP: 05, 06 e 07 de agosto de 2011.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

[Blog do Ciro] ®: Os mais variados tipos de pregador e seus públicos...

[Blog do Ciro] ®: Os mais variados tipos de pregador e seus públicos...: "Há quase 20 anos, fui convidado pela primeira vez para participar de uma agência nacional de pregadores. Um companheiro de púlpito me ofere..."

[Blog do Ciro] ®: Os obreiros que costumam participar das AGO's da C...

[Blog do Ciro] ®: Os obreiros que costumam participar das AGO's da C...: "Na semana passada ocorreu mais uma Assembleia Geral Ordinária (AGO) da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil). Ela foi re..."

Ensino para o século 19

> Folha Online, 27/04/2011 - São Paulo SP
Ensino para o século 19
Luli Radfahrer

Sou escritor e consultor. Professor, só duas vezes por semana. Por isso posso dar-me ao luxo de ter uma agenda flexível: trabalho em casa, fujo do trânsito, entro em contato com a maioria das pessoas com quem convivo via telefone e internet. Nada me impede de largar tudo e ir para a praia no exato momento em que você lê este artigo em sua mesa de trabalho. Só não o faço porque, como todo mundo, aceito mais demandas do que seria humano atender. Com a digitalização dos processos, cada vez mais profissionais têm regimes de trabalho como o meu, com reuniões em cafés e um código de vestimenta sem considerações mais profundas do que se uma peça de roupa está limpa, inteira e razoavelmente desamassada. A vida tecnológica tem, muitas vezes, a aparência desleixada da de um estudante universitário.

A maioria das escolas, no entanto, ainda parece qualificar o profissional do século 19. As que frequentei, por exemplo, me prepararam para um mundo muito diferente. Comparadas com a rotina que levo hoje, eram quase paramilitares. Se diziam "progressivas", mas tinham códigos de vestimenta, horários rígidos, filas, contagens e chamadas. Avaliações aleatórias, sem direito a consulta, eram a norma. Como também o eram os trabalhos individuais, o preenchimento de relatórios e formulários para a realização de qualquer tipo de atividade, as punições morais na forma de notas e as restrições de circulação. Mas o pior eram o que chamavam de "aulas": aquelas longas sessões em que informações desconexas eram impostas por autocratas entediados a uma audiência trancafiada e imóvel, sem poder de voto, argumentação ou debate, que tinha que decorar nomes de organelas, fórmulas de mecânica, sistemas políticos gregos e reações de oxidação, mesmo que mostrasse vocação para o jornalismo ou eletrônica.

Não é preciso dizer que telefones celulares, YouTube e mídias sociais, se existissem na época, certamente seriam proibidos, sob a justificativa de atrapalharem a "didática". O sistema, enfim, era mais claro em suas restrições --de movimento, de expressão e de atividade-- do que em suas propostas. Se é que existia alguma proposta além de passar em um tal de exame vestibular para profissões hoje extintas. As escolas de hoje são, é claro, diferentes. Mas não muito. Não sou pedagogo, mas me parece inadequado chamar de "educação" um sistema que desperdiça vários anos em um curso preparatório para uma única prova. E que, mesmo depois do obstáculo ser transposto, se perpetua pelos anos de faculdade, em nome da "adequação para o mercado de trabalho". Que trabalho ainda demanda um comportamento de decorebas e isolamento?

É duro admitir, mas a maioria das crianças e adultos ainda vêm sendo adestrados segundo padrões do século 19. Qualquer profissional adaptado ao mercado contemporâneo sabe que o aprendizado é um processo contínuo, infinito e prazeroso. Ou pelo menos deveria sê-lo. Não surpreende que a maioria dos que se sentem adaptados sejam autodidatas. Ou que não tenham aprendido quase nada do que praticam em sala de aula. Tampouco surpreende ouvir de profissionais bem-sucedidos que a faculdade mais os atrapalhou do que ajudou. Ou de tantos estudantes comentarem abertamente que seu maior objetivo é sair da escola rápido para começar a trabalhar logo de uma vez. Mesmo que depois voltem a ela em busca de novos certificados e mestrados, como se o conhecimento fosse finito e pudesse ser encapsulado, enclausurado... e esquecido. É preciso rever a forma com que é ensinado, avaliado e cobrado o que se mostra nas escolas. Qualquer nerd ou gamer sabe muito bem que, quando o desafio é fascinante e socialmente reconhecido, os professores são reverenciados e os certificados, quase acessórios.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Brasil é 3º país onde mais se crê em Deus

Brasil é 3º país onde mais se crê em Deus, diz pesquisa
Estudo em 23 países indica que 84% dos brasileiros acreditam em existência de 'Deus ou de um ser supremo'.
Da BBC

imprimir O Brasil foi o terceiro país em que mais se acredita em 'Deus ou em um ser supremo' em uma pesquisa conduzida em 23 países.

A pesquisa, feita pelo empresa de pesquisa de mercado Ipsos para a agência de notícias Reuters, ouviu 18.829 adultos e concluiu que 51% dos entrevistados 'definitivamente acreditam em uma 'entidade divina' comparados com os 18% que não acreditam e 17% que não têm certeza'.

O país onde mais se acredita na existência de Deus ou de um ser supremo é a Indonésia, com 93% dos entrevistados. A Turquia vem em segundo, com 91% dos entrevistados e o Brasil é o terceiro, com 84% dos pesquisados.

Entre todos os pesquisados, 51% também acreditam em algum tipo de vida após a morte, enquanto que apenas 23% acreditam que as pessoas param de existir depois da morte e 26% 'simplesmente não sabem'.

Entre os 51% que acreditam em algum tipo de vida após a morte, 23% acreditam na vida após a morte, mas 'não especificamente em um paraíso ou inferno', 19% acreditam 'que a pessoa vai para o paraíso ou inferno', outros 7% acreditam que 'basicamente na reencarnação' e 2% acreditam 'no paraíso, mas não no inferno'.

Nesse mesmo quesito, o México vem em primeiro lugar, com 40% dos entrevistados afirmando que acreditam em uma vida após a morte, mas não em paraíso ou inferno. Em segundo está a Rússia, com 34%. O Brasil fica novamente em terceiro nesta questão, com 32% dos entrevistados.

Mas o Brasil está em segundo entre os países onde as pessoas acreditam 'basicamente na reencarnação', com 12% dos entrevistados. Apenas a Hungria está à frente dos brasileiros, com 13% dos entrevistados. Em terceiro, está o México, com 11%.

Entre os que acreditam que a pessoa vai para o paraíso ou para o inferno depois da morte, o Brasil está em quinto lugar, com 28%. Em primeiro, está a Indonésia, com 62%, seguida pela África do Sul, 52%, Turquia, 52% e Estados Unidos, 41%.

Criação X evolução
As discussões entre evolucionistas e criacionistas também foram abordadas pela pesquisa do instituto Ipsos.

Entre os entrevistados no mundo todo, 28% se definiram como criacionistas, acreditam que os seres humanos foram criados por uma força espiritual como o Deus em que acreditam e não acreditam que a origem do homem viesse da evolução de outras espécies como os macacos.

Nesta categoria, o Brasil está em quinto lugar, com 47% dos entrevistados, à frente dos Estados Unidos (40%). Em primeiro lugar está a Arábia Saudita, com 75%, seguida pela Turquia, com 60%, Indonésia em terceiro (57%) e África do Sul em quarto lugar, com 56%.

Por outro lado, 41% dos entrevistados no mundo todo se consideram evolucionistas, acreditam que os seres humanos são fruto de um lento processo de evolução a partir de espécies menos evoluídas como macacos.

Entre os evolucionistas, a Suécia está em primeiro lugar, com 68% dos entrevistados. A Alemanha vem em segundo, com 65%, seguida pela China, com 64%, e a Bélgica em quarto lugar, com 61% dos pesquisados.

Descrentes e indecisos
Entre os 18.829 adultos pesquisados no mundo todo, um total de 18% afirmam que não acreditam em 'Deus, deuses, ser ou seres supremos'.

No topo da lista dos descrentes está a França, com 39% dos entrevistados. A Suécia vem em segundo lugar, com 37% e a Bélgica em terceiro, com 36%. No Brasil, apenas 3% dos entrevistados declararam que não acreditam em Deus, ou deuses ou seres supremos.

A pesquisa também concluiu que 17% dos entrevistados em todo o mundo 'às vezes acreditam, mas às vezes não acreditam em Deus, deuses, ser ou seres supremos'.

Entre estes, o Japão está em primeiro lugar, com 34%, seguido pela China, com 32% e a Coréia do Sul, também com 32%. Nesta categoria, o Brasil tem 4% dos entrevistados.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

IBADEP realizou primeira festa dos 35 anos de teologia

Evento aconteceu em Guaíra-PR, sede administrativa do Instituto.





O Instituto de teologia IBADEP – Instituto Bíblico das Assembleias de Deus no Estado do Paraná – Ensino e Pesquisa, promoveu nos dias 08, 09 e 10 de abril a primeira festa de comemoração de seus 35 anos de atividade. Nos dias 05, 06 e 07 de agosto, mês da Aula Inaugural do IBADEP que teve por fundador o Pastor José Pimentel de Carvalho, será realizada a última festividade desta comemoração.

A cidade de Guaíra recebeu diversos visitantes. Da cidade de Campo Grande-MS citamos o pastor Eliel Borba, coordenador do Núcleo IBADEP de teologia na cidade que prestou homenagens ao Instituto entregando placa de Honra ao Mérito para o pastor M. Douglas Scheffel Jr, coordenador geral do Instituto.



Autoridades municipais também prestigiaram o evento. O Dr Manoel Kuba, prefeito de Guaíra e o presidente da Câmara de Vereadores do município, Srº Almir Bueno, fizeram questão de levar suas mensagens de congratulações ao Instituto que tem colaborado na educação teológica de vários países e contribuído socialmente para Guaíra.

A convenção do Paraná CIEADEP, órgão mantenedor do Instituto se fez representar pelo pastor M. Douglas Scheffel, 2º tesoureiro. O mesmo realizou abertura do evento que contou com a presença dos preletores pastor Arlindo Santa, AD Curitiba, pastor Robson Brito, pastor presidente da AD Maringá e os cantores Quarteto Manancial, Aleandra e da Dupla Marcelo Dias e Fabiana.

Os três dias de festa foram marcados pela presença poderosa de Deus e salvação de almas. Diversas homenagens foram prestadas a personalidades municipais e parceiros do IBADEP pelo Brasil. Alunos do curso básico e médio de Guaíra tiveram o privilégio de realizar formatura no aniversário do Instituto.







O coordenador geral do IBADEP, pastor M. Douglas Scheffel Jr, agradece aos presentes na comemoração e parabeniza a todos os Ibadepianos pelo sucesso da instituição.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Vereadores serão homenageados pelo Ibadep



Em 2011, o Instituto Bíblico das Assembléias de Deus do Estado do Paraná completa 35 anos. Para celebrar a ocasião, serão realizadas atividades festivas na cidade de Guaíra. Além de receber cantores gospels e autoridades religiosas, o Ibadep prestará uma homenagem aos vereadores do município.


O presidente do Legislativo, Almir Bueno, ressaltou a importância dos trabalhos desenvolvidos pelo instituto. “Temos que parabenizar e agradecer a presença o Ibadep em nossa cidade, é uma instituição que oferece um ensino de qualidade para os estudantes que querem ingressar na área de Teologia”, lembra.

Serviço:

Formatura e homenagem aos vereadores

Data: 10/04/2011

Horário: 19h30

Local: Igreja Matriz da Assembleia de Deus

Fonte:http://www.camaraguaira.pr.gov.br/archives/3366

Prefeito Kuba parabeniza Ibadep pelos 35 anos

Celebração religiosa pelos 35 anos da entidade inclui recepção de autoridades, culto, palestras e apresentações musicais







O Ibadep - Instituto Bíblico das Assembleias de Deus no Estado do Paraná - completa 35 anos de serviço à educação teológica. Para lembrar a data, está sendo organizada uma grande celebração em Guaíra, sede do instituto.

As comemorações serão realizadas em duas etapas - abril e agosto. As festividades de abril começam amanhã (sexta, 08) e se estendem até o dia 10 (domingo).

Com mais de 35 mil alunos, o Ibadep dispõe de uma estrutura invejável: são mais de 2.200 núcleos de estudos espalhados em 25 países.

O prefeito Manoel Kuba, grande incentivador do Ibadep em Guaíra, parabenizou a entidade. “Eu era prefeito na época em que a sede do Ibadep foi transferida para Guaíra. O Ibadep nos orgulha, sei muito bem da importância dessa entidade para o nosso município. Por isso sempre fui um grande incentivador. Faço questão de parabenizar o Ibadep pelos seus 35 anos de trabalho e estarei presente nas festividades”, afirmou.

O Ibadep

O Instituto Bíblico das Assembleias de Deus no Estado do Paraná (Ibadep), fundado em abril de 1976 em Curitiba e transferido em 1998 para Guaíra, consolidou-se como a maior instituição de ensino teológico do Brasil.

A atual sede fica na Eletrosul, no prédio onde antes funcionou o Colégio Positivo. Após o embargo ao projeto da usina de Ilha Grande (que seria construída pela Eletrosul, daí a origem do nome do bairro), o bairro que outrora foi povoado por funcionários da empresa - e que fica afastado do centro da cidade - foi perdendo seus maiores atrativos. Consequentemente, o prédio do Grupo Positivo foi abandonado e provavelmente ainda hoje estaria ocioso, não fosse cedido para o Ibadep.

A proposta de cessão por comodato foi apresentada em 1996, no governo da então prefeita Ada Mafalda Benassi da Silveira (Manoel Kuba era o vice-prefeito), através de um pedido do ex- vereador José Eduardo dos Santos.

O apoio das autoridades foi, desde sempre, crucial para a expansão do Ibadep em Guaíra. Agora, a instalação de uma faculdade é o próximo passo a ser dado pela instituição - que já conta com a preparação para missionários nos níveis básico e médio.

Serviço

Programação 35 anos Ibadep

Sexta-feira (08/04)

Horário: 19h30
Participações especiais: Pr. Arlindo Santana (PR), Quarteto Manancial (MS) e participações locais

Sábado (09/04)

Horário: 19h30
Participações especiais: Pr. Robson Brito (PR) e os cantores Marcelo Dias e Fabiana (SP)

Domingo (10/04)

Horário: 09h30 - Manhã Missionária
Participações especiais: Pr. Marcelo Dias (SP) e os cantores Marcelo Dias e Fabiana (SP)


Horário: 19h30 - Encerramento
Participações especiais: Pr. Jorge Rabelo (SP) e os cantores Marcelo Dias e Fabiana (SP)

Local: Igreja Matriz da Assembleia de Deus

Informações: (44) 3642-2581


Fonte: http://www.guaira.pr.gov.br/?pg=noticia&id=1561

quarta-feira, 6 de abril de 2011

IBADEP comemora 35 anos de atividades




O IBADEP, Instituto Bíblico das Assembleias de Deus no Estado do Paraná, completa 35 anos de serviço a educação teológica e estará realizando duas grandes festas neste ano: 08, 09 e 10 de abril e nos dias 05, 06 e 07 de agosto em Guaíra - PR. As festividades marcam a trajetória de sucesso do Instituto alcançando a marca de 35 mil alunos em 25 países.


O IBADEP conta com mais de 2.200 núcleos de estudos em diversas denominações evangélicas pelo Brasil e nos demais países, estes de língua espanhola.


A festividade será transmitida ao vivo através do portal www.ibadep.com. Confira os convidados para preleção da Palavra e cantores:

Programação da festividade em Abril:


Sexta-feira (08/04)

Hora: 19h30

Preletor: Pr Arlindo Santana (PR)

Cantor: Quarteto Manancial (MS) e participações locais


Sábado (09/04)

Hora: 19h30

Preletor: Pr Robson Brito (PR)

Cantores: Marcelo Dias e Fabiana (SP)


Domingo (10/04)

Hora: 09h30 - Manhã Missionária

Preletor: Pr Marcelo Dias (SP)

Cantores: Marcelo Dias e Fabiana (SP)

Hora: 19h30 - Encerramento

Preletor: Pr Jorge Rabelo (SP)

Cantores: Marcelo Dias e Fabiana (SP)

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Você já levou multa por avançar um sinal vermelho?

Se já levou multa por avançar um sinal vermelho e foi fotografado, provavelmente foi enganado pelo órgão de trânsito emitente da infração.Se nunca foi, um dia será enganado também. Não acredita? Então veja o que lhe espera:
Você sabia que na multa, além de aparecer o seu veículo, a foto tem que mostrar também o sinal vermelho aceso e o seu carro sobre a faixa de pedestres ou, na inexistência da faixa, o seu veículo deve aparecer além da faixa de retenção?
Não sabia, né? Então se liga!

A lei determina que a imagem detectada pelo sistema automático não metrológico de fiscalização (pardal ou furão) deve permitir a identificação do veículo e, no mínimo:
Deve Registrar
- A placa do veículo, o dia e horário da infração;
Deve Conter
- O local da infração identificado de forma descritiva ou codificado;
- A identificação do sistema automático não metrológico de fiscalização utilizado, mediante numeração estabelecida pelo órgão ou entidade de trânsito com circun scrição sobre a via;
- O foco vermelho do semáforo fiscalizado;
- A faixa de travessia de pedestres, mesmo que parcial, ou na sua inexistência, a linha de retenção da aproximação fiscalizada.
Assim está determinado na Resolução 165/2004 do CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO (CONTRAN), e Portaria 16/2004 do DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO (DENATRAN), que seguem anexas.

Sabe por que os órgãos de trânsito não colocam a imagem completa?
- Ou porque não existe qualquer sinalização no asfalto que indique que você está além de onde deveria estar (a responsabilidade de pintar as faixas é deles, mas eles não pintam. Só se preocupam em cobrar multas);
- Ou, pior ainda, na maior roubalheira institucionalizada, eles fotografam o seu veículo em um pardal de velocidade (R$ 127,69) e utilizam essa imagem como se você estivesse avançando um sinal vermelho (R$ 574,62). Você leva 7 pontos na carteira, em vez de 5, e eles passam a mão no seu dinheiro como se estivessem na maior legalidade.

Fazendo a continha dá pra entender fácil, fácil, porque eles não mostram tudo. R$ 574,62 é quatro vezes e meia os R$ 127,69. Mesmo que alguns poucos condutores entrem com recurso e ganhem, os que não recorrem pagam trocentas vezes mais do que órgão de trânsito deixa de receber dos mais esclarecidos.
Percebeu o porquê de não mostrarem tudo na foto?
Resumindo:
As infrações que não contiverem todas as exigências da lei não têm qualquer validade, sendo facilmente invalidadas se o cidadão entrar com recurso argumentando que o auto de infração, por não conter (colocar as informações que faltam), está em desacordo com o parágrafo 4º da Resolução 165/2004 do CONTRAN e Artigo 6º, da Portaria 16/2004 do DENATRAN.

Conheça seus direitos e entre com recursos sempre que se sentir lesado.
Envie e-mail para o DENATRAN (denatran@cidades.gov.br) se o seu órgão de trânsito utiliza a prática de emitir autos de infração incompletos, duvidosos e caça-níqueis.
Mas, principalmente divulgue essas informações ao máximo de pessoas que você conhece. A prática tem mostrado que correntes do bem na Internet trazem resultados positivos.

Encaminhe esta matéria e faça a sua parte. A população precisa saber e se livrar de cobranças indevidas.

Fonte: correio de mensagens na internet

segunda-feira, 21 de março de 2011

Conheça o perfil do pastor Douglas Scheffel - Candidato a Presidente da IEADC


Eleição será realizada no dia 27/03/2011 - Domingo - no Templo Sede - Assembleia de Deus em Curitiba - das 09 às 17 horas.

O eleitor deverá comparecer no dia com documento oficial com foto (RG ou Carteira de Motorista).


Pastor e Líder Cristão, chamado e vocacionado pela Graça de Deus. Casado com Eliane, mulher virtuosa com quem teve três filhos. Além dos vários cursos de formação teológica, sua maior escola foi aos pés do saudoso mestre, Pastor José Pimentel de Carvalho, de quem aprendeu ao longo de quase 50 anos todas as funções eclesiásticas, administrativas e sociais da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Curitiba – IEADC.

A exemplo de Josué, servidor de Moisés, que “não se apartava da tenda”, Pastor Douglas manteve-se sempre fiel ao seu Mentor, sem nunca ter se afastado de Curitiba para cuidar de interesses pessoais. Pastor Douglas é, sem dúvida, um “rebento deste grande Carvalho”! Atuou como Pastor Vice-Presidente da IEADC por mais de 14 anos, sempre ao lado do Pastor Pimentel.

Dirigiu os Setores de Lindóia, Americana, Santa Celeste e Vila Izabel, unificando-os em uma regional. É Pastor Dirigente do Distrito Hauer há quase 30 anos e membro do Conselho Eclesiástico. Participou da fundação da UMADC e sua coordenação por várias gestões; participou da formação do IBAS e na criação das Instituições Educacional e Teológica. Foi o 1º. Secretário Geral do Ministério. Participou da formação do Caixa de Missões e foi o idealizador dos Congressos de: Evangelismo e Missões, Infantil e Adolescentes; Participou na implantação de mais de 50 congregações e na organização da igreja em Distritos Regionais; auxiliou o Pastor Pimentel na Direção da Igreja Sede nos anos 1997 a 1999.

Foi o idealizador da UMADERSUL. Na CIEADEP atua desde 1981 nos cargos de diretoria, conselhos e comissões como: Diretor Vice-presidente, secretário, tesoureiro (em atividade) e conselheiro fiscal. Foi o idealizador da FACEL. Na CGADB foi membro do Conselho Consultivo e Conselho Fiscal. Membro do Conselho Administrativo da CPAD, atuando por várias gestões. Foi representante do SENAMI. Atuou na SEB (Mantenedora do Hospital Evangélico) como Vice-Presidente, Tesoureiro e Secretário (atuando).
É com humildade e dependência de Deus que apresenta aos mui dignos Obreiros, e às preciosas Ovelhas de Cristo, da IEADC.

Seu plano de trabalho: VISÃO PASTORAL FOCADA NA MISSÃO INTEGRAL DA IGREJA, distribuída em SETE UNIDADES:

1. PREGAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS, ORAÇÃO E CONSAGRAÇÃO - vamos priorizar a pregação da Palavra de Deus, a oração e a consagração, bem como a busca dos Dons Espirituais, como meios de EDIFICAÇÃO do Corpo de Cristo, com ênfase na ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL – vamos investir no aperfeiçoamento de professores para que os membros da IEADC sejam fortalecidos na FÉ, e cresçam na Graça e no Conhecimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, e evitem cair no engano de falsas doutrinas.

2. ADORAÇÃO E LOUVOR - Vamos valorizar e investir em nossos músicos para que a Igreja apresente um perfeito louvor e adoração a Cristo, com maior dinamismo na liturgia sem pender para o mundanismo.

3. EVANGELIZAÇÃO E MISSÃO - Vamos utilizar todos os meios disponíveis para que a Igreja possa cumprir sua missão principal: pregar o Evangelho que Salva, Cura, Liberta, Batiza com o Espírito Santo e prepara o homem para o Reino de Deus.

4. VALORIZAÇÃO DOS OBREIROS - Vamos valorizar nossos obreiros e suas respectivas famílias, atendendo-os em suas necessidades, para que possam desempenhar com eficiência suas funções pastorais.

5. INTEGRAÇÃO - Vamos buscar a unidade da Igreja como um todo: atenção especial às Valorosas Irmãs do CÍRCULO DE ORAÇÃO, crianças, adolescentes, jovens, casais, família, obreiros, músicos, cantores, novos convertidos, círculo de oração, preparando assim a grande família cristã focados na missão integral da igreja.

6. EVENTOS - Vamos promover eventos que tenham como objetivo alcançar o ser humano como um todo: corpo, alma e espírito, como por exemplo, resgatando o antigo projeto de transformar parte da Chácara Betânia em um Campus Universitário e um Centro de Convenções.

7. AÇÃO SOCIAL - Vamos dar continuidade às Obras Sociais já existentes e buscar a direção de Deus para socorrer a sociedade carente.

O pastor Douglas é o único candidato com o apoio oficial da Mesa Diretora da CIEADEP e do Conselho de Transferência (fonte: www.cieadep.com.br)

Com o maior número de votos do Corpo de Ministros da Igreja Assembléia de Deus em Curitiba, reunidos no dia 12/03/2011, o Pastor Douglas foi ESCOLHIDO E INDICADO para candidato a Pastor Presidente da Igreja.

Para uma Igreja Viva e Triunfante, vote inteligente, VOTE PASTOR DOUGLAS, Pastor Presidente da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Curitiba, por ser o único candidato com dupla Legitimidade. Legitimidade dada pelo Corpo de Ministros da IEADC, e Legitimidade dada pela Mesa Diretora da Convenção Estadual do Paraná - CIEADEP.

Que a Oração do Senhor Jesus se cumpra na IEADC: “... para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.” João 17.21. “... A BOA MÃO DE DEUS ESTÁ CONOSCO!”

Fonte:www.apoiamospastordouglas.com.br

sexta-feira, 18 de março de 2011

Pastores candidatos a vaga de Presidente da AD Curitiba

Hidekazu Takayama

Pastor em Curitiba, deputado federal e grande pregador do evangelho. Já anunciou a Palavra de Cristo em vários auditórios do mundo, especialmente nos continentes americano e europeu, testemunhando a milhares de pessoas que o desenvolvimento do evangelho em nosso país tem sido real, constante e, graças a Deus, irreversível.

Wagner Tadeu dos Santos Gaby

Pastor vice-presidente da IEADC,dirigtente do Templo Sede da AD Curitiba, Membro da Casa de Letras Emílio Conde, Membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil, Professor de Escolas Bíblicas de Obreiros no Brasil e no exterior, Comentarista de lições da Escola Bíblica Dominical (CPAD)e dirigiu várias congregações no Campo ministerial de Curitiba.

Mirislan Scheffel

Pastor da congregação da Assembléia de Deus na Vila Hauer - Curitiba, Segundo Tesoureiro da CIEADEP (Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléia de Deus no Estado do Paraná), Membro do Conselho eclesiástico da IEADC (Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Curitiba) e anos atrás ocupou o cargo de vice-presidente da IEADC.

Gessé Luiz Rosa

Pastor da congregação do bairro Pinheirinho em Curitiba - Paraná, Formação - Licenciatura Plena em Letra (Portugues e Espanhol), Professor, Escritor, Membro do Conselho Eclesiástico da IEADC, Superintendente da SEMADC (Superintendência de Evangelismo da Assembleia de Deus em Curitiba), Diretor do DEMIPAR (Departamento de Missões da Convenção das Assembléias de Deus do Estado do Paraná) e Membro do Conselho Nacional de Missões ( SENAM - Secretaria Nacional de Missões)

AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO. Subsídio para Lição Bíblica 1º Trimestre/2011

Nesta 12ª Lição, que trata sobre as viagens missionárias de Paulo, devido a grandeza e extensão das mesmas (precisaríamos de um trimestre inteiro para estudá-las com maior profundidade e detalhes), me deterei em extrair lições práticas de alguns eventos.

COMISSIONADOS PELO ESPÍRITO SANTO

"Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram. Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre. " (Atos 13.1-4)

A chamada de Paulo e Barnabé para a obra missionária é um grande referencial para nós na atualidade. Observemos alguns princípios:

- E, servindo eles ao Senhor e jejuando

Paulo e Barnabé já estavam envolvidos com várias atividades na igreja, antes de serem comissionados para a obra missionária. Já testemunhei a "chamada" de pessoas para obra que não estavam envolvidos com nenhuma atividade na greja local, além de estarem acomodados em relação aos estudos e trabalho secular.

Há muitos na igreja querendo trabalhar em tempo integral apenas visando segurança e estabilidade financeira. Os homens e as mulheres de Deus que ao longo da Bíblia e da história foram chamados para grandes obras, estavam envolvidos com atividades diversas na igreja ou fora dela (Êx 3:1-10; Jz 6.:1-14; 1 Sm 16.1-13; Mt 4.:8-22, e etc). Deus chama trabalhadores para a sua obra, e não preguiçosos e acomodados.

Eles jejuavam com regularidade. Paulo e Barnabé eram mestres, que juntamente com os demais líderes e obreiros da igreja em Antioquia entendiam a importância espiritual do jejum. Oração e jejum são práticas necessárias para o equilíbrio entre intelectualidade e espiritualidade, saber e poder espiritual (Mt 6:16, 17:21, etc) .

- Disse o Espírito Santo

Nos dias atuais o Espírito Santo deixou de ser ouvido em muitas separações de obreiros e de líderes, para as mais diversas atividades na igreja. Quem "diz" agora, em muitos casos, não é mais o Espírito, mas as circunstâncias ou os interesses pessoais. A voz do Espírito está sendo sufocada, negligenciada e calada. A razão? Muitos dos que hoje são diáconos, presbíteros, evangelistas, pastores ou que exercem outras funções ou ministérios na igreja, nunca foram chamados e comissionados pelo Espírito, pois são escolhas de homens, feitas pelas mais diversas razões e interesses. Quem não é chamado pelo Espírito não servirá, não produzirá e não realizará a obra que apenas os vocacionados e capacitados por Ele podem realizar (Lc 4:18; At 10:38; 20:28, etc).

- Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado

No grego, a expressão "separai-me" (aforisate de moi), literalmente "separai par mim", nos revela que a separação para a obra missionária, ou para qualquer outro ministério e serviço é uma separação "para" o Espírito, ou seja, o separado está agora sob o cuidado, orientação e à inteira e plena disposição do Espírito (At 16:6-10; 20:22-24 e etc). Como é bom quando temos a convicção de que foi o Espírito quem nos enviou ou nos comissionou para realizarmos a sua obra(At 13:4).

PAULO E BARNABÉ NÃO BUSCAM E NEM ACEITAM A GLÓRIA HUMANA

"Em Listra, costumava estar assentado certo homem aleijado, paralítico desde o seu nascimento, o qual jamais pudera andar. Esse homem ouviu falar Paulo, que, fixando nele os olhos e vendo que possuía fé para ser curado, disse-lhe em alta voz: Apruma-te direito sobre os pés! Ele saltou e andava. Quando as multidões viram o que Paulo fizera, gritaram em língua licaônica, dizendo: Os deuses, em forma de homens, baixaram até nós. A Barnabé chamavam Júpiter, e a Paulo, Mercúrio, porque era este o principal portador da palavra. O sacerdote de Júpiter, cujo templo estava em frente da cidade, trazendo para junto das portas touros e grinaldas, queria sacrificar juntamente com as multidões. Porém, ouvindo isto, os apóstolos Barnabé e Paulo, rasgando as suas vestes, saltaram para o meio da multidão, clamando: Senhores, por que fazeis isto? Nós também somos homens como vós, sujeitos aos mesmos sentimentos, e vos anunciamos o evangelho para que destas coisas vãs vos convertais ao Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles; o qual, nas gerações passadas, permitiu que todos os povos andassem nos seus próprios caminhos; contudo, não se deixou ficar sem testemunho de si mesmo, fazendo o bem, dando-vos do céu chuvas e estações frutíferas, enchendo o vosso coração de fartura e de alegria. Dizendo isto, foi ainda com dificuldade que impediram as multidões de lhes oferecerem sacrifícios." (At 14.8-18)

Assim como nos dias de Paulo, multidões diariamente desejam "sacrificar" aos pregadores da atualidade. A mentalidade idólatra é a mesma. O pior é que muitos aceitam e promovem o sacrifício a si mesmos. Em vez de impedir as multidões, incentivam as mesmas. Quanto mais idolatrados, mas gostam, mas querem, mais desejam.
Em plena sociedade do espetáculo, influenciados por uma cultura narcísica, muitos pregadores buscam ansiosamente pela glória do púlpito, pela fama, pela glória humana.

Os referenciais bíblicos são mais uma vez necessários, para que toda uma geração de novos pregadores possa retornar à palavra, tendo-a como modelo e referência para o ministério da pregação.

Observemos também o exemplo de Pedro:

"No dia imediato, entrou em Cesaréia. Cornélio estava esperando por eles, tendo reunido seus parentes e amigos íntimos. Aconteceu que, indo Pedro a entrar, lhe saiu Cornélio ao encontro e, prostrando-se-lhe aos pés, o adorou. Mas Pedro o levantou, dizendo: Ergue-te, que eu também sou homem." (At 10.24-26)

Pedro, o primeiro a pregar após o derramar do Espírito em Pentecostes, com um ministério marcado por curas e libertações, ao ser recebido pelo centurião Cornélio, foi adorado pelo mesmo, mas não alimentou tal atitude, pelo contrário, ordenou que se levantasse, pois era homem tanto quanto ele, falho imperfeito e limitado. Pedro entendia que era a graça de Jesus que operava por sua vida. Hoje, ao contrário de Pedro e Paulo, muitos pregadores buscam adoradores para si mesmos.

Que os pregadores, missionários, pastores e demais líderes da atualidade possam aprender com os grandes exemplos de Pedro e Paulo.

A RUPTURA COM BARNABÉ

"Decorridos alguns dias, disse Paulo a Barnabé: Tornemos a visitar os irmãos por todas as cidades em que temos anunciado a palavra do Senhor, para ver como vão. Ora, Barnabé queria que levassem também a João, chamado Marcos. Mas a Paulo não parecia razoável que tomassem consigo aquele que desde a Panfília se tinha apartado deles e não os tinha acompanhado no trabalho. E houve entre eles tal desavença que se separaram um do outro, e Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre. Mas Paulo, tendo escolhido a Silas, partiu encomendado pelos irmãos à graça do Senhor. E passou pela Síria e Cilícia, fortalecendo as igrejas." (Atos 15. 36-41)

Isso mesmo, Paulo e Barnabé se desentenderam e se separaram. Até homens de Deus se desentendem e se separam. Cada um seguiu o seu caminho. Qual dos dois foi o rebelde? Qual dos dois deixou de ser abençoado por Deus em razão da "divisão"? Qual dos dois era o menos espiritual?

Estou aqui fazendo apologia a qualquer tipo de desentendimento ou divisão? Deus me guarde disso! Sei que há na igreja milhares de divisões promovidas e mantidas por Satanás e seus demônios. Há ainda outras divisões, resultado do desejo cego de alguns homens pelo poder ou para tirar alguma vantagem pessoal da situação.

Há também divisões causadas e mantidas por uma vida de baixa moral e de péssimo testemunho por parte daqueles que fazem o "ministério" ou a "liderança". Há muitas igrejas que surgiram da ganância, da opressão e da arrogância de líderes inchados, sectários, pretensiosos, vaidosos e pedantes, que não respeitam o próximo, não sabem conviver com diferenças de opiniões, que não conversam e discutem, que tentam impor a força os seus caprichos ou pontos de vistas. A postura desses líderes, não apenas gera divisão, mas fomenta, alimenta e perpetua as já existentes.

A Bíblia nos recomenda: "se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens;" (Rm 12.18)

EM DIREÇÃO À...

Um outro fato notório nos dias atuais é a abertura de alguns trabalhos, por certos líderes que afirmam estar na direção do Espírito. É vergonhoso o qua acontece no Brasil, quando igrejas são abertas com o claro interesse de se ganhar dinheiro ou por mera competição. Todos os dias, inclusive noticiado em plena televisão, os "donos" de algumas igrejas anunciam que estão abrindo novos trabalhos para "abençoar o povo de Deus" e "ganhar almas para Jesus".

Minha pergunta é bem direta: Por qual razão tais ministérios e líderes só abrem trabalhos nas principais cidades do país, nos melhores bairros e avenidas? Por quais motivos não abrem os trabalhos nas regiões economicamente carentes, geograficamente distantes e missionariamente esquecidas? A resposta é que buscam visibilidade. Estão a procura de grandes e lucrativos "negócios". Isso mesmo, igreja, para muitos já virou negócio faz tempo e são abertas como se abre uma loja ou um comércio qualquer. Tudo é pensado "estrategicamente". A visão não é a do Espírito, é a empresarial. É bem provável que você já tenha sido convidado para congregar ou contribuir financeiramente na qualidade de "sócio" de um destes ministérios e líderes.

Antigamente, nas Assembleias de Deus no Brasil, o trabalho se iniciava em localidades onde não havia ainda igrejas ou crentes, geralmente na casa de algum irmão. Hoje, nas Assembleias de Deus, o trabalho é aberto em lugares onde já há muitos crentes, onde já existe uma igreja estabelecida, bem organizada e atuante. Uma Assembleia de Deus é aberta ao lado ou bem próximo de outra.

Grandes templos são construídos, por pura vaidade, competição ou para dar "o troco". Os templos monumentais voltaram a ser símbolos do poder de quem os constrói, monumentos erguidos à memória de seus edificadores:

"Disseram: Vinde, edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo tope chegue até aos céus e tornemos célebre o nosso nome, para que não sejamos espalhados por toda a terra." (Gn 11.4)

"Ora, Absalão, quando ainda vivia, levantara para si uma coluna, que está no vale do Rei, porque dizia: Filho nenhum tenho para conservar a memória do meu nome; e deu o seu próprio nome à coluna; pelo que até hoje se chama o Monumento de Absalão." (2 Sm 18.18)

"falou o rei e disse: Não é esta a grande Babilônia que eu edifiquei para a casa real, com o meu grandioso poder e para glória da minha majestade?" (Dn 4.30)

Precisamos de grandes espaços? Em alguns casos sim. Quanto isso acontecer, a construção não deve abusar do luxo.

Enquanto por aqui (nos grandes centros urbanos) dinheiro, energia e tempo são jogados no lixo pelo orgulho e vaidade humana, milhões no mundo não foram ainda alcançados pela obra missionária. Não ouviram a mensagem do Evangelho.

Que a direção do Espírito seja retomada por todos nós e urgentemente.

Que os princípios bíblicos voltem a orientar o nosso modelo de fazer missões.

Que o exemplo de abnegação, coragem, fé e poder de Paulo e Barnabé estejam presentes na vida de cada missionário.

Fonte: http://www.altairgermano.net

quinta-feira, 10 de março de 2011

sexta-feira, 4 de março de 2011

IBADEP realizará formatura de 74 novos teólogos em Guaíra - PR




Em destaque: Alunos do IBADEP na cidade de Andrelândia - MG. Formatura realizada em 15 de novembro de 2010.


No dia 10 de abril o IBADEP fará a formatura de 74 novos teólogos formados em Guaíra, cidade sede do Instituto. A cerimônia de formatura faz parte das comemorações dos 35 anos do IBADEP a ser comemorado nos dias 08, 09 e 10 de abril.

Para este evento são esperados a presença de autoridades eclesiásticas participantes da fundação do IBADEP. Participe desta festa você também comparecendo ao evento ou pela transmissão online no portal www.ibadep.com

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Pastor José Pimentel de Carvalho passa a estar com o Senhor







Faleceu na manhã de quinta-feira 24/02)o pastor José Pimentel de Carvalho, presidente da Assembleia de Deus em Curitiba (PR). O sepultamento ocorrerá no sábado 26/02 às 11 horas.

Mais informações no site: http://assembleiadedeus.org.br