quinta-feira, 30 de outubro de 2014

FALTA UNIÃO POLÍTICA NO MEIO CRISTÃO

Breve análise do município de Santarém-PA com observações voltadas para Colombo-PR e Marechal Cândido Rondon-PR, esses dois últimos independente da profissão de fé de seus eleitores.




Embora o povo brasileiro tenha elegido diversos políticos evangélicos, fazendo uma breve análise de um município que os evangélicos somam um terço de sua população, fica demonstrado que ainda assim não existe UNIÃO dos mesmos no quesito POLÍTICA.

Estou me referindo ao município de Santarém no Estado do Pará onde só a Igreja da Paz congrega cerca de 70 mil pessoas. A população estimada em 2014 é de 290.521 habitantes sendo 201.843 eleitores aptos a votarem nas eleições de 2014.

Os senhores Reginaldo Campos e Carlos Alberto Silva, discípulos da Igreja da Paz no município, saíram candidatos a deputado estadual e federal respectivamente e não foram eleitos. Vale ressaltar também que o referido município não elegeu nenhum deputado estadual sendo o terceiro maior colégio eleitoral do Estado do Pará perdendo apenas para Ananindeua e Belém do Pará. Foram disputadas 41 vagas para deputados estaduais e 17 vagas para deputados federais.

Santarém conta apenas com um deputado federal, o Chapadinha (PSD) que obteve 63.671 votos sendo eleito e puxado pela expressiva votação do Delegado Eder Mauro (PSD) o mais votado no Estado do Pará eleito com 265.983 votos.

A UNIÃO do povo evangélico em Santarém é significativa quando diz respeito a evangelização e noutras atividades como nas ações sociais, educacionais, e meios de comunicação incluindo os televisivos. Todas as ações vem resgatando diversas pessoas do mundo do crime e de diversas outras mazelas físicas, moral e espiritual.

A liderança da igreja, ultimamente, tem buscado atuar na POLÍTICA. Mas parece haver descrença nos representantes políticos, no sistema político do Estado, ou ainda não há consciência política dos fiéis na cidade. E é nisso que acredito, falta de consciência POLÍTICA.

Porém não posso deixar de registrar que em nível municipal o candidato Reginaldo Campos (PSB) foi eleito vereador com 3.281 votos (2,20% dos votos válidos) ficando com a 5ª posição entre os 19 vereadores eleitos em 2012.

Considerando a quantidade de discípulos (quase 70 mil), e que se ao menos 16.405 eleitores desse público votassem em representantes da instituição, seria possível eleger mais 04 vereadores com mesma votação do vereador eleito e ainda sobrariam eleitores para outros candidatos com representação de qualquer outra natureza que julgassem merecedoras de seus votos.

Voltando as eleições de 2014, o resultado final é o que segue: Estadual - Reginaldo Campos: 70º posição com 19.027 votos (0,51%). Federal - Pastor Carlos Alberto Silva: 38º posição com 20.549 votos (0,55%). Votação apenas no município de Santarém: Estadual - Reginaldo Campos (PSB): 13.423 votos (terceiro mais votado). Federal - Pastor Carlos Alberto Silva (PSB): 13.492 votos (quinto mais votado).


No Paraná

Há situações em diversos municípios que os resultados são parecidos. O município de Colombo no Estado do Paraná por exemplo não elegeu sequer um representante da cidade tendo uma população estimada em 2014 de 229.872 habitantes com 156 mil eleitores.

Por outro lado o município de Marechal Cândido Rondon também no Paraná, com população estimada em 2014 de 50.299 habitantes sendo 36.801 eleitores, elegeu dois deputados estaduais. A votação no município foi de 12.331 eleitores para Ademir Bier (PMDB) e 9.251 (DEM) eleitores para Elio Rusch.  Com a votação total no Estado, Ademir Bier teve 45.699 votos (0,79%) e Elio Rusch contabilizou 54.993 votos (0,95%).

Dos 36.801 eleitores, 21.582 votaram em representantes da cidade e os 15.219 eleitores restantes, dividiram votos com diversos outros candidatos.

É importante frisar que mais da metade dos eleitores desse município elegeram seus representantes: um da oposição e outro da situação no governo paranaense. Aqui não estou observando união dos evangélicos, mas sim a união dos eleitores em torno de seus candidatos representantes diretos.

Consciência Política

Voltando a questão de UNIÃO do povo evangélico na POLÍTICA quero deixar claro que não sou adepto da visão “Cristão vota em Cristão”. Sou adepto da visão “Cristão vota em candidatos com valores de família e outros valores éticos e morais sendo este cristão ou não cristão”.

Acontece que o membro ou discípulo de qualquer igreja evangélica que seja, tem nessa pessoa o fator cidadão e que o mesmo pode ser candidato para defender direitos comuns a população evangélica e também não evangélica. Este é eleito para representar os interesses da população de seu Estado como um todo.

Olhando para essa visão e observando os candidatos cristãos e postura dos mesmos na cidade de Santarém no Estado do Pará e também a postura da Igreja da Paz, respeitada no município além das questões espirituais e com diversos exemplos de cidadania, é de presumir que os candidatos Reginaldo Campos e Pastor Carlos Alberto Silva, tivessem votação no mínimo suficiente para serem eleitos. Mas não foi o que aconteceu. Aqui não sobressaiu a Democracia, faltou UNIÃO POLÍTICA, faltou CONSCIÊNCIA POLÍTICA.

Creio que esse quadro está mudando. Se os cidadãos, membros de suas comunidades evangélicas que se preocupam com o próximo, independente da política, da religião, da classe social derem seus votos de confiança em candidatos de suas comunidades, estes por sua vez a exemplo do que já fazem em conjunto - poderão fazer muito mais pela população com o pleito político onde irão criar leis, fiscalizar o poder público exercendo cidadania em todas as áreas da sociedade.


Jesiel Jeronimo, jornalista – Membro do Departamento de Comunicação da CIEADEP – Convenção das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus no Estado do Paraná e Assessor Parlamentar na ALEP – Assembleia Legislativa do Paraná, gabinete deputado Elio Rusch





terça-feira, 9 de setembro de 2014

Escândalo: ex-diretor da Petrobras cita políticos que teriam recebido propina

Delação premiada: segundo reportagem da ‘Veja’, Paulo Roberto Costa deu um depoimento de mais de 40 horas e citou três governadores, um ministro, pelo menos 25 deputados federais e seis senadores
Partidos de oposição vão pedir uma reunião de emergência da CPI da Petrobras para saber detalhes do depoimento do ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa.
O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência falou ao final do desfile de 7 de setembro, em Brasília. Ele criticou o vazamento de informações da delação do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que citou políticos governistas. Gilberto Carvalho disse que as informações estão sendo usadas com interesse eleitoral.
“Eu acho que estão tentando usar essa delação premiada (de Paulo Roberto Costa), ou melhor, a notícia sobre delação premiada, a notícia parcial de vazamento não confiável, para tentar, um pouco no desespero, mudar o rumo da campanha. Vazamento sempre é condenável, porque pode ter sido feito por advogado de réu, para proteger algum réu e prejudicar outro”, afirmou Gilberto Carvalho, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência.
Depois de oito dias seguidos, neste domingo (7), Paulo Roberto Costa não prestou depoimento. Passou o dia na cela onde está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Ainda não há data marcada para o fim do interrogatório. Mas assim que o depoimento for concluído, o Ministério Público Federal deve enviar a proposta de redução de pena para a Justiça Federal de Curitiba e para o Supremo Tribunal Federal.
A lei prevê que em troca da colaboração, o juiz pode conceder até o perdão judicial ao acusado que colaborar com as investigações, se ficar provado que de fato ele ajudou a esclarecer os fatos.
Nomes importantes
Ainda segundo a revista, até Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco e candidato a presidência da República pelo PSB, morto no mês passado, foi citado pelo delator
Ainda segundo a revista, até Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco e candidato a presidência da República pelo PSB, morto no mês passado, foi citado pelo delator
Reportagem da revista ‘Veja’ deste fim de semana traz o que seriam os primeiros nomes citados por Paulo Roberto Costa em mais de 40 horas de depoimento. Segundo a revista, são três governadores, um ministro, pelo menos 25 deputados federais e seis senadores, parlamentares do PT, PMDB e PP, partidos da base aliada do governo.
Os citados pela revista como beneficiários do esquema são: o ministro Edison Lobão, de Minas e Energia, do PMDB do Maranhão; o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, do PMDB, atual candidato ao governo do Rio Grande do Norte; o presidente do Senado, Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas; os senadores Ciro Nogueira, do PP do Piauí, e Romero Jucá, do PMDB de Roraima.
Entre os deputados estão o petista Cândido Vaccarezza, de São Paulo, e João Pizzolatti, do PP-SC. O ex-ministro das Cidades e ex-deputado Mario Negromonte, do PP, é outro apontado no depoimento.
Da lista de três governadores, todos são de estados onde a Petrobras tem grandes projetos em curso: Sérgio Cabral, do PMDB, ex-governador do Rio; Roseana Sarney, do PMDB, atual governadora do Maranhão; e Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco e candidato a presidência da República pelo PSB, morto no mês passado, e substituído na candidatura por Marina Silva.
A reportagem da revista ‘Veja’ também afirma que Paulo Roberto admitiu, pela primeira vez, que empreiteiras contratadas pela Petrobras tinham, obrigatoriamente, que contribuir para um caixa paralelo, para partidos e políticos de diferentes legendas da base aliada do governo.
E que, no PT, o operador encarregado de fazer a ponte com o esquema era o tesoureiro do partido, João Vaccari Neto.
Ainda de acordo com a reportagem, Paulo Roberto afirmou que a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, serviu para abastecer o caixa de partidos e para pagar propina aos envolvidos na transação.
Paulo Roberto foi diretor de refino e abastecimento da Petrobras entre 2004 e 2012, durante os governos Lula e Dilma. Nesse período, a Petrobras foi dirigida por José Sergio Gabrielli e Graça Foster, atual presidente.
A oposição anunciou que  pedirá uma reunião de emergência da CPI Mista da Petrobras, além de cópias dos depoimentos de Paulo Roberto Costa à Policia Federal.
As duas CPIs, criadas no Congresso há três meses e meio para investigar as relações entre o doleiro Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa são comandadas pelos governistas.
O senador Vital do Rego, do PMDB, é o presidente da CPI do Senado e da CPI Mista, que reúne também deputados. Os relatores, José Pimentel e Marco Maia, são parlamentares do PT.
No início dos trabalhos na CPI do Senado, a oposição não participou das reuniões em protesto contra a falta de autonomia para investigar.
Os políticos citados na reportagem da revista ‘Veja’ negaram com veemência as acusações. E afirmaram que não receberam dinheiro de Paulo Roberto.
Negociatas
Documentos revelam a nebulosa história da compra de um apartamento de 7,5 milhões de reais em que Nestor Cerveró morou durante cinco anos
Documentos revelam a nebulosa história da compra de um apartamento de 7,5 milhões de reais em que Nestor Cerveró morou durante cinco anos
O ex-diretor internacional da Petrobras Nestor Cerveró tem se revelado um especialista em omissões. Em 2006, apresentou ao conselho de administração da empresa um resumo referente à compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, sem as cláusulas que beneficiavam a Astra Oil, a sócia belga no negócio. No mesmo período em que se arrastaram a bilionária compra e o posterior litígio entre a Petrobras e sua sócia, Cerveró trabalhou também para não dar transparência a outra transação — desta vez imobiliária.
‘Veja’ teve acesso a documentos que detalham a compra de um apartamento avaliado hoje em 7,5 milhões de reais na Zona Sul do Rio de Janeiro. Trata-se do local onde Cerveró e sua mulher moraram durante os últimos cinco anos. Não foi um negócio usual de aquisição de um imóvel. A transação envolveu a abertura de uma empresa offshore no Uruguai, o uso de um laranja para representá-la no Brasil e a criação de uma sede-fantasma em uma cidade litorânea do Rio de Janeiro. Todo esse aparato para a compra do apartamento ocorreu quase simultaneamente a uma série de gastos milionários da estatal com a transação de Pasadena e a contratação de escritórios de advocacia.
Fonte: Fantástico e Veja / Verdade Gospel

Filhos de homens fumantes têm mais chance de desenvolver asma; entenda

Um bebê tem mais chance de desenvolver asma se seu pai era fumante – e mesmo que antes da gravidez. O dado aparece numa pesquisa da Universidade de Bergen, na Noruega, que será apresentada nesta terça-feira (9) no Congresso Internacional da Sociedade Respitarória Europeia, em Munique. Trata-se do primeiro estudo em humanos a analisar a ligaç
ão entre os hábitos tabagistas do pai antes da concepção e a asma infantil. Os achados se somam a outros obtidos por meio de pesquisas em animais e reforçam evidências de que a exposição ao tabaco tem implicações mais profundas do que se supunha.
O estudo investigou os hábitos de mais de 13 mil homens e mulheres. Os pesquisadores analisaram as ligações entre o tabagismo de pais e mães e a saúde do bebê, levando em conta o número de anos que a pessoa fumou antes da concepção, a incidência de asma nas crianças e se os pais haviam deixado o cigarro antes da gravidez.
Os resultados mostraram que a asma não alérgica era significativamente mais comum em crianças cujo pai especificamente (e não a mãe) fumava antes da concepção. O risco de asma era ainda maior se o pai já fumava antes dos 15 anos e cresceu exponencialmente diante de mais anos de tabagismo. Os pesquisadores reforçaram que os hábitos de fumo da mãe antes da concepção não apresentaram relação com o desenvolvimento de asma na criança.
“O estudo é importante pois é o primeiro a relacionar o tabagismo do pai à saúde respiratória do filho”, afirma Cecile Svanes, da Universidade de Bergen, uma das líderes do trabalho. “Podemos presumir que a exposição a qualquer tipo de poluição atmosférica, seja no ambiente de trabalho, seja por produtos químicos, também tenha esse efeito. É importante que gestores de políticas públicas foquem a conscientização de homens jovens, alertando-os para os perigos a que seu tabagismo pode expor seus filhos no futuro”.
Fonte: O Globo/verdade gospel

Dia “D” Ação Humanitária

Dia 09 de setembro de 2014 a AD Ministério de Colombo e o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) realizará uma campanha de doação de sangue, O Hemepar estará com seu ônibus (banco de sangue) neste dia em frente ao Prédio Central da AD Colombo das 08h00 as 17h00.
Quando grandes eventos acontecem, há um aumento da necessidade de doação de sangue. Doar sangue é um gesto de amor ao próximo e à vida. Todos nós podemos precisar de transfusão de sangue e doações do mesmo. Sangue humano é insubstituível e só pode ser obtido através de doações. Doar sangue não fará de você mais gordo ou mais magro, não altera seu sangue, não causa dependência e pode salvar a vida de muitas pessoas.
Falando sobre salvar vidas, você sabia que há muito tempo atrás, alguém doou sangue para salvar sua vida? O nome dessa pessoa era Jesus Cristo. Ele morreu para nos dar vida. Ele não tinha pecados, mas foi crucificado e seu sangue foi derramado por nós.
Mas Jesus não permaneceu morto. Ele está vivo, Ele superou a morte!
Jesus ressuscitou! Ele é a vida
Hoje, quem doa sangue não vai sacrificar nada, mas vai fazer um pequeno gesto de amor que pode salvar a vida de até quatro pessoas. Mas, a doação de Jesus, é a salvação de todo o mundo. Assim, você não precisa se ​​sacrificar para ter essa vida que Jesus veio trazer especialmente para você. Tudo que você tem a fazer é querer isso. Basta dar o seu coração a Jesus com um sincero desejo de viver uma nova vida. Depois, você pode iniciar uma vida diária de aprender do amor, a fé e a esperança. Conte conosco para ajudá-lo nesta jornada.
Um doador de sangue pode salvar a minha vida e pode salvar a sua também!
Jesus disse: “O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundancia.”
João 10:10
“Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados.”
Mateus 26:28
o doador tem direito a um (01) dia de folga, desde que a doação esteja devidamente comprovada, de acordo com os termos previstos no Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943 (Consolidação das Leis do Trabalho). Esse direito também se estende ao funcionário público civil de autarquia ou militar, conforme preconizam a Lei Federal nº 1.075, de 27 de março de 1950, bem como a Lei EStadual nº 3.365, de 6 de junho de 1956. Mas apesar da legislação vigente, cumpre ressaltar que a doação de sangue é um gesto voluntário e altruísta e, portanto, não deve ser encarada como um benefício próprio.

Fonte: AD Colombo

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Culto em Ação de Graças celebra aniversário da pastora Dirce Siqueira na AD Colombo

O dia 15 de julho marcou a comemoração do aniversário da Primeira Dama da Assembleia de Deus – Ministério de Colombo liderada pelo pastor Edilson Santos Siqueira, primeiro secretário da Convenção das Assembleias de Deus no Estado do Paraná (CIEADEP). Na preleção da Palavra de Deus esteve à pastora Rebekah Câmara, esposa do pastor Samuel Câmara, líder da igreja mãe das Assembleias de Deus no Brasil com sede em Belém do Pará.

Amigos, familiares e muitos membros da AD Colombo se fizeram presente neste Culto em Ação de Graças pela vida da pastora Dirce. Deus se fez presente salvando vidas e restaurando a comunhão com nosso Deus.

A mensagem ministrada relatou a vida de Davi e suas muitas lutas passando pela prova do tempo para chegar a sua coroação e vitória. “ Devemos permanecer firmes, constantes e frutíferos assim como Davi”, disse a pastora Rebekah Câmara em sua ministração. A mesma relatou momentos da Família Siqueira na Obra de Deus que demonstram a firmeza para vencer a batalha. “ Parabéns Dirce, Deus tem se agradado de sua vida”. Também expressou os parabéns de seu esposo pastor Samuel Câmara.

Diversas autoridades públicas também vieram prestigiar a aniversariante e glorificar a Deus. Entre estes a vereadora Michele Ribeiro, representando o legislativo municipal colombense. A Cantora e deputada estadual Mara Lima, vereadora de Curitiba Noêmia Rocha e o deputado federal André Zacarow, candidatos a reeleição. Também novos candidatos como Joel Cordeiro e J. Camargo.

 Estes e outros amigos puderam publicamente dar seus parabéns. Os colombenses Micheli Ribeiro, J. Camargo e Joel Cordeiro expressaram em rápidas palavras o que segue:
Micheli Ribeiro – “ Graças à família do pastor Edilson e família assembleiana, Colombo é do Senhor Jesus.  Parabéns por sua vida pastora Dirce. Pra nós é uma honra estar festejando seu aniversário”. J. Camargo – “que Deus continue te abençoando. Sua vida é um verdadeiro sacerdócio, pois junto do pastor Edilson tem feito belíssimo trabalho em Colombo. Parabéns”. Joel Cordeiro – “Estamos felizes em comemorar o aniversário da pastora Dirce Siqueira. Que Deus continue te abençoando”.

Representando o legislativo municipal de Curitiba, Noêmia Rocha: “ Parabéns amiga Dirce Siqueira por sua vida. É um prazer estar nesta celebração. Deus te abençoe, muitos anos de vida.
Representando o legislativo estadual, Mara Lima: “Que Deus te abençoe ricamente. Que sejam realizados nesta cidade todos os seus projetos junto ao pastor Edilson Siqueira ”.

Representando o legislativo federal, André Zacharow: “Deus fez a mulher para estar ao lado do marido. Deus fez Dirce Siqueira para estar ao lado do pastor Edilson . Que o nosso Deus continue te usando poderosamente nesse ministério ”.

Tia Amélia - como foi chamado pelo pastor Rodrigo Siqueira, dirigente do culto e filho do casal Dirce e Edilson, foi convidada para expressar suas palavras em nome de todos os familiares que vieram de diversas localidades. Pastor Rodrigo relatou fatos marcantes da família na obra missionária que contou com o apoio diretamente da Tia Amélia. “ficamos felizes em comemorar mais um ano de vida da Dirce. Que Deus esteja sempre lhe abençoando”.

Em nome de toda a igreja em Colombo e seus ministérios, Derci Porto, uma das supervisoras de Lar Missionário na igreja e integrante na diretoria do ministério feminino,  parabenizou a aniversariante e entregou presentes juntamente com outras irmãs. Na sequencia foi cantado os PARABÉNS.

O presidente da igreja, pastor Edilson Siqueira agradeceu a presença de todos e passou a Palavra para a aniversariante.  “Agradeço a Deus por mais um ano de vida e a todos vocês amigos, familiares, ministério feminino e a todos que com carinho vieram estar conosco nesta data. Agradeço a pastora Rebekah Câmara pela Palavra de Deus ministrada nesta noite, que falou profundamente com todos nós. Que Deus recompense a todos vocês, obrigada”. Ao término do culto a Família Siqueira ofereceu uma deliciosa recepção a todos.



Pastor Rodrigo Siqueira na direção do Culto em Ação de Graças

Pastor Edilson Siqueira, presidente da AD Colombo e pastora Dirce, primeira dama da igreja

Pastora Rebekah Câmara, esposa do pastor Samuel Câmara, líder da igreja mãe das Assembleias de Deus no Brasil com sede em Belém do Pará, ministrando a Palavra de Deus





segunda-feira, 14 de julho de 2014

AD Colombo realiza sua quarta formatura IBADEP

Alunos do curso de teologia Instituto Bíblico das Assembleias de Deus Ensino e Pesquisa (IBADEP), receberam no dia 12 de julho seus diplomas de teólogos formados pelos núcleos B 572 (básico) e M 117 (médio) da Assembleia de Deus – Ministério de Colombo presidida pelo pastor Edilson Santos Siqueira, primeiro secretário da Convenção das Assembleias de Deus no Estado do Paraná (CIEADEP). O coordenador do IBADEP, pastor Mirislan Douglas Scheffel Júnior e o coordenador dos núcleos IBADEP na AD Colombo, pastor e professor Mauricio Capellari - recepcionaram a todos os presentes nesta que foi a quarta formatura IBADEP.

A noite festiva contou com 55 formandos sendo 08 do curso médio e 47 do curso básico. A mesa de honra foi composta pelos pastores Mirislan Douglas Scheffel, presidente da AD Mandirituba, Mirislan Douglas Scheffel Júnior, coordenador do IBADEP, Juarez Dias, vice-presidente da AD Colombo (representando o pastor Edilson Siqueira, presidente da mesma), presbítero Luiz Marques, divulgador do IBADEP, Loyde Capellari, coordenadora pedagógica dos núcleos B 572 e M 117 e pelos professores evangelista Rosivaldo Passos e presbítero Sadrac Pereira.

 Após formação da mesa, Loyde Capellari procedeu à chamada e entrada dos formandos. A leitura do histórico do curso na igreja foi proferida pelo pastor Capellari demonstrando a satisfação que a igreja local tem em realizar o curso desde 2007. Também relatou a idoneidade do Instituto IBADEP e sua história de quase 40 anos formando obreiros no Brasil e presente em mais 30 países.  Capellari informou com satisfação que atualmente mais de 160 alunos estão cursando teologia nas 09 classes dos núcleos básicos e médios na AD Colombo.

A leitura bíblica oficial foi lida pelo professor Rosivaldo Passos e reiterada pelo vice-presidente da igreja, pastor Juarez Dias. “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”, (II Timóteo 2:15). Pastor Juarez Dias lembrou o início do IBADEP quando foi um de seus professores e parabenizou sua diretoria bem como a coordenação local do Instituto e aos formandos. O mesmo reforçou as felicitações do presidente pastor Edilson Santos Siqueira que por compromissos firmados anteriormente, não pôde estar presente.

Os formandos Anderson Gonzales Rios (curso médio) e Geová Berto da Silva (curso básico) foram os escolhidos para o discurso de oradores da turma. Araci Santos Ceccon (curso médio) por sua vez, procedeu ao juramento com as duas turmas.

Colação de Grau

A concretização do evento se deu por quem de direito, coordenador geral do IBADEP.  “Em nome de nosso Senhor e salvador Jesus Cristo, em nome da CIEADEP, em nome do IBADEP, eu pastor M. Douglas Scheffel Jr, neste ato representando as instituições já mencionadas, declaro solenemente FORMADOS os alunos do curso básico e médio de teologia IBADEP da turma 2014 nesta igreja”.

Homenagens

As turmas homenagearam como seus paraninfos o professor Sadrac Pereira (curso médio) e professor Rosivaldo Passos (curso médio).  A coordenação geral do IBADEP também prestou homenagens aos professores já mencionados e aos professores Jorge Augusto e Zaquel Pedro. Os coordenadores Mauricio e Loyde Capellari e pastor Juarez Dias  assim como os demais foram homenageados pelos relevantes serviços prestados a educação teológica na igreja.

Pastor Capellari agradeceu a presença de todos e a participação musical do Instrumental e vocal Atos. O pastor da AD em Mandirituba, Douglas Scheffel, orou e encerrou o evento com a benção apostólica.

Serviço

Os interessados em cursar teologia na AD Colombo devem procurar a coordenação de ensino na Rua São Gonçalo do Amarante, 274 no bairro Jardim Fátima. Mais informações pelo fone 3621-7865 das 14h00 às 17h00 de segunda a sexta-feira. 

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Novelas e filmes superam jornalismo na preferência dos brasileiros

Publicado em Segunda, 14 Abril 2014 13:16
Escrito por Redação Comunique-se


Realizada em 25 estados das cinco regiões brasileiras, o estudo Públicos de Cultura, do Sesc em parceria com a Fundação Perseu Abramo, mostrou que a população assiste mais novelas e filmes do que noticiários jornalísticos. A pesquisa ouviu 2.400 entrevistados entre agosto e setembro de 2013.

De acordo com os dados, 67% das pessoas afirmaram que usam a TV aberta para se informar sobre o que acontece em sua cidade, no país e no mundo. Em segundo lugar, aparece a internet como fonte de informação.

Sobre os programas que mais gostam de ver, 54% disseram que assistem novelas. Filmes (52%), Jornais de Notícias (44%) e Programas Jornalísticos (26%) aparecem em seguida. A pesquisa afirma que 62% das pessoas preferem a TV aberta, 8% só assinatura, 28% assistem ambas e 1% não gosta da mídia.

O estudo revela, também, que os brasileiros têm pouco hábito de leitura e que 34% não gostam de ler. Entre os que lêem, os romances e ficção (19%) são os gêneros preferidos, seguido da bíblia (18%) e temas religiosos (10%). Mais da metade dos entrevistados (58%) afirmou não ter lido nenhum livro nos últimos seis meses, outros 12% disseram ter lido 1, enquanto 11% conseguiram ler dois livros.


Fonte: http://portal.comunique-se.com.br

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Colombenses e assembleianos comemoram emancipação municipal e eclesiástica

Municipio de Colombo: 124 anos. Assembleia de Deus: 58 anos no município e 08 anos de independência ministerial

Ao microfone, pastor Edilson Santos Siqueira, presidente da igreja

O mês de fevereiro é festivo para colombenses e assembleianos. Entre os dias 08 e 11 foram comemorados 58 anos de existência da igreja Assembleia de Deus no município e 08 anos de sua emancipação eclesiástica. Antes, dia 05, aniversário de 124 anos de emancipação municipal. O aniversário do município de Colombo foi comemorado através da 51ª edição da Festa da Uva entre os dias 07 e 09 no Parque Municipal da Uva. O Ministério Teen (Adolescentes e Jovens da igreja aniversariante) participou com apresentações musicais.

As comemorações da Assembleia de Deus - Ministério de Colombo contou com a participação de inúmeras pessoas e membros. O presidente da igreja, pastor Edilson Santos Siqueira abriu as comemorações no templo sede e as mais de 70 congregações do campo louvaram a Deus simultaneamente nas reuniões de sábado e domingo. Na terça-feira (11) o templo sede recebe novamente fiéis da igreja para dizer: “Ebenézer, até aqui nos ajudou o Senhor” e participar da Assembleia Geral.

Emancipação Eclesiástica

Quando tomou posse em 08 de fevereiro de 2006, pastor Edilson Santos Siqueira recebeu uma igreja a partir de então organizada em 43 congregações e cerca de 4 mil membros. Atualmente mais de 70 congregações e aproximadamente 12 mil membros declaram pelos bairros da cidade que “ Colombo é do Senhor Jesus”.

Pastor José Pimentel de Carvalho (em memória), então presidente da Assembleia de Deus em Curitiba, fez a emancipação da igreja em 28 cidades da região metropolitana. Incluindo Colombo, 20 campos eclesiásticos tiveram suas emancipações realizadas na mesma data. Desde então o novo campo eclesiástico no município carrega a temática “ Assembleia de Deus , um lugar de gente feliz”.

Preletores

Nos três dias de festa, ministraram a Palavra de Deus, obreiros do próprio campo eclesiástico: Evangelista Oséias dos Santos (dirigente da congregação Santa Tereza); evangelista Jurandi Jeronimo Júnior (dirigente da congregação Ana Terra) bem como pastor Vilmar Chaves (dirigente da congregação Maracanã). Muitos louvores foram entoados em adoração a Deus.

Assembleia Geral

Diretoria da Igreja: à esq. Pr Geova Straub, Pr Francisco Ambrósio, Pr Edilson Siqueira,Pr Juarez Dias, Pr João Lacerda e Pr Lourival de Assis

Na terça-feira, (11) a membresia da igreja se reuniu para cultuar a Deus e realizar Assembleia Geral. Na ocasião, conforme rege o estatuto e regimento interno da igreja, foi eleita nova diretoria, conselho fiscal e departamentos/secretarias para o ano de 2014. A prestação de contas relativas ao ano de 2013 também foi apreciada pelos presentes.

“ Sou grato a Deus por pastorear essa igreja e pelos companheiros que me auxiliam. Mais uma vez estou reconduzindo aos seus cargos os pastores que compõem a diretoria da igreja comigo”, disse o pastor Edilson Siqueira. Em total concordância o plenário nesta Assembleia Geral aprovou referida recondução.

À esquerda do presidente pastor Edilson Siqueira os conselheiros fiscais Pb Jorge Schimerski, Ev José Silva e Ev Jurandi Jeronimo Júnior

Ficaram assim definidos diretoria e conselho fiscal após eleição/aclamação: Diretoria - pastor Edilson Santos Siqueira: presidente; pastor Juarez Dias: vice-presidente; pastor João Lacerda: primeiro secretário; pastor Lourival de Assis: segundo secretário; pastor Francisco Ambrósio: primeiro tesoureiro; pastor Geova Straub: segundo tesoureiro. Conselho Fiscal - Evangelista José Silva; evangelista Jurandi Jeronimo Júnior e presbítero Jorge Schimerski.

O presidente da igreja, além de empossar diretoria e conselho fiscal, apresentou os demais companheiros designados aos diversos departamentos para o serviço ministerial no ano em vigor. Todos os empossados receberam oração feita pelo presidente e membros da igreja.

Agradecimentos

Assim como foi nos anos anteriores, as comemorações festivas e assembléia geral terminaram sinalizando bons resultados para 2014. Em clima de paz e unidade fraternal pastor Edilson Siqueira fez seus agradecimentos.

“ Quero agradecer a todos os membros da igreja por mais um ano de vitória. Agradeço aos dirigentes de congregações, supervisores e líderes dos lares missionários.Minha família e eu nos sentimos honrados em estar aqui. Temos muito a fazer. Tenho dito que no momento certo tudo o que tivermos de fazer será feito. Somos uma igreja que não tem dívidas, não temos dinheiro em caixa, mas temos muitos investimentos. Somos uma igreja que investe para gerar crescimento. Não deixamos dinheiro parado em caixa. Estamos em crescimento. Isso é só o começo”, finaliza pastor Edilson Siqueira.

Para recordar

Louvor congregacional com o Ministro de Louvor André Keppe

Ministério Teen na comemoração dos 124 anos da Emancipação Municipal de Colombo

Preletor evangelista Ozéias dos Santos

Preletor pastor Vilmar Chaves

Preletor evangelista Jurandi Jeronimo Júnior

Presidente da igreja, pastor Edilson Santos Siqueira, orando pela diretoria e conselho fiscal

Representantes dos diversos departamentos e ministérios da igreja recebendo oração de posse pelo presidente pastor Edilson Santos Siqueira

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Brasil abre aproximadamente 14 mil igrejas por ano

Números comprovam a força do segmento na sociedade


O crescimento dos evangélicos no Brasil nas últimas décadas é confirmado pelo IBGE e pela crescente influência desse segmento na sociedade. Os números oficiais do governo apontam para 42,3 milhões de adeptos em 2010. De acordo com o ministério Servindo aos Pastores e Líderes (SEPAL) os evangélicos poderão ser mais da metade da população brasileira em 2020.

Alguns jornais publicaram esta semana uma análise do chamado “mercado gospel”, baseado em dados recentes levantados pela Receita Federal. Segundo a publicação, diariamente as igrejas do Brasil arrecadam R$ 60 milhões, num total de R$21,5 bilhões por ano.

O Correio Brasiliense divulgou a estimativa que sejam abertas 14 mil igrejas evangélicas no Brasil a cada ano. Embora seja difícil fazer tal estimativa, pode-se facilmente afirmar que a maioria são igrejas neopentecostais. Afinal, este é o movimento que mais cresce no país, onde aproximadamente 60% dos evangélicos são de linha pentecostal.

Estranhamente, o Correio não cita a fonte do número publicado. A grande maioria dessas igrejas não é devidamente registradas, com um CNPJ. Se considerarmos apenas as que fizeram o registro, em 2013 foram 4400. Ou seja, a média é de 12 igrejas novas por dia; uma a cada duas horas. Os dados são do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, que monitora a abertura de empresas de todos os tipos no país.

Existem outros números que mostram a força dos evangélicos. A exemplo de outros países, hoje a música gospel já conquistou seu espaço nas rádios seculares. O mesmo pode ser dito das publicações. Antes limitados às livrarias evangélicas, hoje CDs, DVDs e livros evangélicos são amplamente distribuídos nas grandes lojas e supermercados. Isso sem mencionar o espaço conquistado em alguns canais de TV.

O Correio afirma que são pelo menos 4,5 mil cantores e bandas gospel atuando no país. Existem cerca de 600 rádios registradas (fora as piratas) que tocam música gospel. Já são 157 gravadoras produzindo material e no mínimo 10 novos CDs do gênero são lançados todo mês.

Um dos segredos do seu sucesso é que seu material é menos suscetíveis à pirataria por conta dos princípios dos fiéis. “É uma economia da fé que desconhece crises e vai de vento em popa”, explica Luciana Mazza, que trabalha há mais de 10 anos somente no meio evangélico.

As editoras cristãs já são 150 no país, sendo 60 de grande porte. Em média são 3 mil novos títulos lançados anualmente. “O desejo por um crescimento espiritual impulsiona a divulgação da palavra de Deus, que, claro, envolve um grande mercado editorial”, ressalta Reiner Lorenz, diretor executivo da Associação dos Editores Cristãos (Asec).



Fonte: Gospel Prime/cpadnews

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Primeiro Batismo de 2014 mobiliza Família Moro para o evento na AD Colombo

55 pessoas desceram às águas. Mais de 20 pessoas da família Moro prestigiam o batismo de 02 familiares e presenciam a conversão de mais 03 parentes. No total, 06 pessoas aceitaram Jesus Cristo



Por Jesiel Jeronimo, Jornalista

No último domingo, 02 de fevereiro, a igreja Assembleia de Deus – Ministério de Colombo, liderada pelo pastor Edilson Santos Siqueira, realizou batismo em águas para 55 novos membros. Arrependimento, sepultamento e ressurreição, marcam a simbologia do batismo no evento que reuniu irmãos, amigos e familiares dos batizando alcançados pela pregação do evangelho de Jesus Cristo.

23 congregações/ filiais enviaram candidatos ao batismo. Dos 55 batizando, 17 são oriundos de 05 igrejas que adotaram a evangelização através do Modelo de Discipulado Apostólico (MDA). Os 38 candidatos restantes fazem parte das outras 18 filiais. A igreja conta com mais de 70 congregações.

Entre os batizados está à família Moro. Selma, 62 e o filho Milton, 40 desceram as águas batismais depois de terem sido evangelizados e ganhos para Jesus Cristo através dos discipuladores pastor Francisco Ambrósio e Derci Porto. No término do batismo mais bênçãos aconteceram: Pedro, 66 anos (marido de Selma), aceitou a Jesus Cristo juntamente com sua filha Maria Madalena e a neta Aline. A família trouxe mais de 20 pessoas para o evento do batismo. Já dão sinais que são verdadeiros discípulos, resultado de um bom Lar Missionário.
Família Moro prestigiando o batismo

O primeiro contato com esses novos membros se deu a pouco mais de 06 meses através de uma visita do pastor Miguel Moro (que reside em Guaíra-PR), a seus familiares em Colombo e também a um amigo (este que vos fala) para o segundo culto de celebração de domingo (primeiro ás 09h e segundo ás 18h). Na ocasião pastor Miguel trouxe seu irmão Pedro com a esposa Selma. Também vieram o sobrinho Milton com a esposa Márcia e o filho Bruno. Dos visitantes apenas Márcia e Bruno já eram evangélicos.

Na apresentação dos visitantes veio a surpresa: Pastor Francisco Ambrósio e sua esposa Derci Porto eram amigos do pastor Miguel Moro. Estes congregaram juntos em Guaíra na década de 1980 sendo Miguel Moro ainda novo convertido. Foi uma grande festa o reencontro. A partir de então os discipuladores Francisco Ambrósio e Derci Porto levaram a família Moro que reside em Colombo para o seu Lar Missionário. Começa então uma nova caminhada de vitória para esta família.

Além dos novos convertidos da família Moro, outras vidas foram alcançadas pelo evangelho neste batismo. No total 06 pessoas aceitaram a Jesus Cristo. A cada dois meses a Assembleia de Deus – Ministério de Colombo realiza batismo em águas. Os interessados devem procurar seus líderes no Lar Missionário bem como as lideranças das filiais da igreja espalhadas no município. Ao finalizar o batismo pastor Edilson Siqueira lembra aos membros o que Deus lhe falou recentemente: “ Seremos mais de 100 mil membros, quem viver verá”.

Ministrante:Evangelista Orlando Ambrósio e batizando Selma Moro

Ministrante: Pastor Manoel Mattos e batizando Milton Moro

Conversão de Pedro, 66 anos (marido de Selma), aceitou a Jesus Cristo juntamente com sua filha Maria Madalena e a neta Aline

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Outra vez o MEC

ESPERO QUE ESTA CARTA ENCONTRE LEITORES ATENTOS E IGUALMENTE PREOCUPADOS COM A IMPORTÂNCIA E URGÊNCIA DESTE TEMA!


Carta aberta aos queridos(as) irmãos(ãs) que militam na causa de Cristo,

PRIMEIRA PREOCUPAÇÃO

Informo-lhes que foi publicado no Diário Oficial da União do dia 28 de janeiro, o resultado da avaliação pedagógica para a escolha de livros do Programa Nacional Biblioteca na Escola – PNBE Temático 2013. Foram selecionadas 45 obras divididas em quantidades iguais (5) para os seguintes temas: questões do campo, sustentabilidade socioambiental, direitos humanos, questão indígena e educação de jovens e adultos.
Estes livros serão distribuídos para as bibliotecas de todas as 60.000 escolas públicas federais, estaduais, municipais e do Distrito Federal, que oferecem os anos finais do Ensino Fundamental e o Ensino Médio.

Minha preocupação é com a possibilidade de que esses livros também tragam doutrinação ideológica, política, comportamental e de costumes, a exemplo do livro didático/2014. Os livros ainda não estão no mercado, ou seja, não são conhecidos. Somente agora, depois da publicação dos títulos das obras no DOU, esta conferência poderá ser realizada em suas amostras. E não vamos nos furtar a isto, ou vamos?
O PRAZO PARA ENTRAR COM RECURSO VAI ATÉ O DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2014!!

IMPORTANTE: ao contrário do que ocorreu ao livro didático/2014, cujos problemas descobrimos somente depois de vencidos os prazos do edital, o edital em apreço tem prazo de 30 dias, contados a partir de 28 de janeiro para a apresentação de recursos. Portanto, desesperadamente, espero que esta carta encontre gente disposta a buscar, rapidamente, as amostras dos 45 livros selecionados para que façamos nelas nem que seja uma leitura superficial. Caso encontremos alguma distorção, que possamos entrar com recurso para impedir a distribuição junto ao MEC e também na Justiça.

Veja o DOU de 28 de janeiro de 2014, com a Portaria nº 5, da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC. (Perceberam como eles conseguiram inserir nesta secretaria o termo “diversidade” para influenciarem em toda a educação e principalmente no material didático e pedagógico? É o pessoal da “diversidade” que está tomando conta da área de livros didáticos que vai para a rede pública do país!! E aí entram muitos interesses!)

http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=9&data=28/01/2014


SEGUNDA PREOCUPAÇÃO

Uma segunda preocupação é com os livros didáticos que ESTÃO SENDO PRODUZIDOS para as escolas indígenas de todo o país. Eles têm a mesma natureza de conteúdo dos livros didáticos para as+ cidades, ou seja, contempla o conhecimento de cada disciplina, mas também são “atravessados” pelos temas transversais. O edital que foi lançado em julho de 2013 ainda não finalizou a sua missão. Neste caso, ainda podemos acompanhar o andamento do processo de escolha e construção desses livros, o que não fizemos nos editais anteriores.
Vejam o edital:

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=18886

TERCEIRA PREOCUPAÇÃO

Uma terceira preocupação é com a escolha dos livros literários para as bibliotecas das escolas indígenas do país. Este edital também está em andamento e ainda nos é possível acompanhá-lo. É a nossa chance de interferirmos no trabalho do MEC ainda no nascedouro. Vamos deixar essa oportunidade passar, ou não?
Vejam o Edital PNBE Indígena 2015

http://www.fnde.gov.br/programas/biblioteca-da-escola/biblioteca-da-escola-consultas/item/5205-edital-pnbe-ind%C3%ADgena-2015

QUEM AVALIA O MATERIAL DIDÁTICO RECOMENDADO PELO MEC?

A técnica do MEC responsável pela área do material didático é a professora Macaé Maria Evaristo dos Santos, titular da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECAD). Ela mesma afirma no site do MEC que a seleção do material didático “é realizada por especialistas e pesquisadores, tendo por base as diretrizes curriculares nacionais aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). As obras que compõem o acervo são fruto de pesquisa acadêmica e de cursos de formação de professores nos nove temas objeto do programa.”

Estes dois vídeos mostram a professora Macaé Maria Evaristo dos Santos, ex-secretária de educação de Belo Horizonte, hoje umas das principais técnicas do MEC para a elaboração dos livros didáticos:

http://www.youtube.com/watch?v=16rWgLrM_Uo
http://www.youtube.com/watch?v=k5Xdv1XcgPY

E vocês precisam conhecer o teor inadequado de muitas dessas ditas “pesquisas acadêmicas” e “cursos de formação de professores” que ocorrem pelo país, financiadas com dinheiro público, principalmente quando tratam de assuntos relacionados aos temas transversais.

Os nomes dos avaliadores são publicados pelo MEC depois de indicados pelas secretarias de educação dos estados, das principais cidades, do Distrito Federal e de algumas universidades. Embora o MEC considere o trabalho dos seus avaliadores como técnico e isento de ideologização, não se pode desconsiderar a subjetividade bem como a contaminação pelos interesses que eles representam.

Em época de avaliação como esta, as editoras participantes do edital enviam amostras de suas obras para os grupos de educadores espalhados pelo país, de acordo com suas áreas de formação. Eles folheiam e analisam as obras e depois preenchem um formulário padrão, com suas observações. As obras com melhor avaliação recebem o selo de recomendado pelo MEC e têm garantia para vender dezenas de milhões de exemplares!

SUGESTÃO 1

QUEM MAIS DEVERIA AVALIAR O MATERIAL DIDÁTICO RECOMENDADO PELO MEC PARA AS ESCOLAS PÚBLICAS?

No dia 22 de outubro de 2013, falei na Frente Parlamentar Evangélica do Congresso a convite do deputado João Campos. Na ocasião, propus que a avaliação do material didático do MEC não ficasse apenas com os “iluminados” pesquisadores e educadores, que sozinhos decidem o que é certo, moral e ético para todo o restante da sociedade. Acontece que eles têm tomado decisões importantes porém contrárias aos princípios e valores dessa sociedade. É urgente que outros atores sociais também participem desse processo de análise. Por mais que o MEC resista, devem ser chamados representantes da família, de organizações religiosas (por que não?!) e do Ministério Público. Os materiais didáticos só deveriam receber o selo de aprovação do MEC se houvesse consenso entre esses diversos setores “avaliadores” da sociedade.

Naquele dia, os parlamentares João Campos, Marcos Rogério, Henrique Afonso, Lincoln Portela, Hidekazu Takayama e Isaias Silvestre manifestaram publicamente suas preocupações com as leis atuais. Eles sugeriram mudanças nelas, inclusive na LDB. Eu acrescento que as mudanças precisam alcançar o Conselho Nacional de Educação, que funciona como autenticador ou avalista da política educacional do MEC. Os assentos no Conselho precisam de uma nova e mais justa configuração. Quem faz parte dele, vocês sabem? Por que membros da sociedade organizada, inclusive representantes da família, de organizações religiosas e do MP não participam dos seus quadros? Por quê?

Conheça os 24 representantes do Conselho Nacional de Educação, que corroboram com as diretrizes de toda política educacional do país:

http://revistaescola.abril.com.br/politicas-publicas/legislacao/novas-pecas-velhos-papeis-conselho-nacional-educacao-584477.shtml?page=1
mais:

http://revistaescola.abril.com.br/politicas-publicas/legislacao/novas-pecas-velhos-papeis-conselho-nacional-educacao-584477.shtml?page=0

Nós conhecemos as ideologias e bandeiras das pessoas que ocupam assento no CNE? Não os estou desmerecendo, mas defendo uma composição de assentos balanceada, que abrigue outros setores da sociedade que também se interessam pela Educação. Onde estão, entre eles, por exemplo, representantes das famílias que são os reais “motivadores” ou “receptores” da política educacional do Governo?

Os estudantes da escola pública são os filhos das classes menos privilegiadas e constituem a maioria da sociedade. E esta parte não participa, efetivamente, das decisões educacionais nem mesmo na escola onde seus filhos estudam. Isto porque as decisões são elitizadas, verticalizadas, ditadas por técnicos “entendidos” no assunto e “iluminados” da academia.

E esta minha recomendação de mudança alcança os Conselhos estaduais, municipais e o distrital. Fica registrada esta sugestão de uma luta difícil e árdua para os nossos deputados e senadores. Quem se habilita e reúne coragem para entrar nesta batalha? Mesmo porque seria uma tremenda guerra ideológica e de interesses a ser travada, mas necessária para que haja uma real democratização das políticas de ensino em nosso país.

SUGESTÃO 2

LILI TERENA E INTELECTUAIS INDÍGENAS CRISTÃOS

Quando li sobre os dois editais destinados às escolas indígenas, pensei em Lili Terena para estabelecer contato com professores, intelectuais e líderes indígenas. Isto porque corremos contra o tempo e ela conhece muita gente e a diversidade cultural dos nossos povos indígenas. Sei que há muitos deles nas universidades, envolvidos com os estudos, o ensino e a pesquisa científica. Eles precisam saber da existência desses editais e encontrarem uma forma de conhecerem o conteúdo dos livros ainda no nascedouro, para que exerçam influência no MEC enquanto houver tempo, principalmente com respeito aos temas transversais.

Lili Terena poderia também levar essa informação às organizações missionárias indígenas e algumas organizações não governamentais. Posso elencar o Conselho Indigenista Missionário (CIMI), Asas de Socorro, Missões Novas Tribos, Associação Linguística e Missionsária (ALEM), Associação de Missões Transculturais Brasileira (AMTB), Conselho de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas (COMPLEI), e outros.
Entendo que os próprios indígenas cristãos têm recursos humanos suficientes para lidar com essa questão dos livros didáticos, paradidáticos e literários que serão destinados às escolas dos seus povos.

SUGESTÃO 3

TEMOS AGORA O OBSERVATÓRIO DA VIDA E DA FAMÍLIA

No dia 29 de novembro, honrosamente convidado pela Dra. Damares Alves, participei do Encontro Nacional de Lideranças Evangélicas, no auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados. O evento contou com a liderança do deputado Antonio dos Santos. Na ocasião, tive o prazer de compor a mesa de debates com o Procurador de Justiça de SP, Dr. Miguel Nagib e o Procurador da República, Dr. Guilherme Schelb. Um ponto ressaltado no debate foi o da recorrente surpresa e espanto da sociedade pelas medidas governamentais contra a vida e a família. Fazendo uso da palavra, o deputado Roberto de Lucena apresentou a proposta de apressar a criação, no âmbito do Congresso, de um observatório para acompanhar ações governamentais favoráveis e contrárias à vida e à família. Esta organização teria capilaridade em todo o território nacional e ficaria atenta às medidas do poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para possíveis interferências. Finalmente, no dia 17 de dezembro de 2013, por iniciativa do deputado Roberto de Lucena, foi criado o Observatório da Vida e da Família, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

Veja a reportagem da jornalista Cynthia Ferreira:

http://www.feemjesus.com.br/noticia/lan%C3%A7ado-na-c%C3%A2mara-dos-deputados-o-observat%C3%B3rio-da-fam%C3%ADlia-e-da-vida
Agora, quem sabe, as demandas apresentadas nesta carta já recebam a atenção deste nosso Observatório...

CAMPANHA NACIONAL DE ORAÇÃO E AÇÃO EM FAVOR DA ESCOLA PÚBLICA

Neste encontro de novembro realizado pelo FENASP (Forum Evangélico Nacional de Ação Social e Política) no auditório Nereu Ramos, lancei uma campanha de oração e atitude para com a escola pública. Esta campanha abrangerá os anos de 2014 e 2016, período de vigência destes livros didáticos. Gostaria muito que a Igreja brasileira compreendesse o sentido desta campanha e dela participasse. Não podemos fugir das responsabilidades sociais e, como Igreja, podemos fazer muito pela escola pública.

SUGESTÃO 4

CURSO DE MASSAGEM EM BEBÊS E CRIANÇAS FIGURA EM LISTA DE CURSOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GOIÂNIA

A VII Jornada Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Goiânia, governada pelo PT, ocorreu de 16 a 18 deste mês, com palestras e diversos cursos de formação para 2.000 professores. Foram oferecidos 59 cursos. Houve curso para tratar da cultura e religiosidade africanas (apesar do discurso oficial de laicismo) e das relações de gênero. Dois cursos que aparecem no folder de apresentação, no entanto, chamaram minha atenção pelo título e resumo. O primeiro, de nº 12 – FORMAÇÃO DE TRABALHADORES/AS EM EDUCAÇÃO PARA PREVENÇÃO AO USO INDEVIDO E ABUSIVO DE DROGAS. A proposta do curso diz que “no minicurso será apresentada a problemática do uso abusivo e indevido de drogas, do ponto de vista da abordagem psicossocial, visando superar modelos punitivos e moralistas.” (o grifo é meu) Mais adiante o texto afirma que o curso tem por base as políticas para o uso de drogas do Ministério da Saúde. Pois bem. Vejo esta linha de ensino com preocupação porque, para ela, o uso de drogas é prejudicial somente se usado de maneira abusiva ou indevida, ou seja, não se deve exagerar na dose e ter cuidado no uso e higienização do material.

O segundo, de nº 56 – SHANTALA: MASSAGENS PARA BEBÊS E CRIANÇAS. O texto de apresentação do curso diz assim: “A forma como interagimos com a criança, a tocamos, dirigimos-lhe o olhar, a aconchegamos, os cuidados na hora da alimentação, do banho, permitem ela que vivencie seu corpo, tenha suas necessidades de atenção e afeto atendidas. Assim, seus desejos e necessidades são respeitados constituindo-as como sujeito de direitos. Os estímulos proporcionados pelas massagens no sistema nervoso geram uma sensação de bem-estar à criança, de efeitos terapêuticos comprovados cientificamente. A técnica tem como objetivo principal fortalecer o vínculo entre a criança e os profissionais da educação que com ela interagem de forma direta, favorecendo a comunicação e a interação através do toque sutil das mãos, proporcionando às crianças um momento de relaxamento, autoconhecimento, desenvolvimento físico, mental e, principalmente afetivo, sendo um ótimo mecanismo para fortalecer as relações entre as crianças e seus pares.”
Não posso afirmar com segurança que este curso tem relação com a crescente onda pedagógica que vê benefícios na erotização de bebês e crianças. Isto porque não tive acesso ao seu programa de ensino e ainda não conversei com ninguém que o tenha assistido.
http://www.goiania.go.gov.br/shtml/educacao/vijornadapedagogica/minicursos.shtml

Fiz questão de trazer o exemplo da Jornada Pedagógica da Prefeitura de Goiânia, com seus cursos de formação de professores, para mostrar de onde saem “as visões tortuosas” dos temas transversais que vão para os livros didáticos. A própria chefe da SECAD/MEC, professora Macaé Maria Evaristo dos Santos, afirma que os livros são frutos de pesquisa acadêmica e de cursos de formação de professores.

Em vista disso, sugiro a criação de um banco de dados virtual para registrar ocorrências de cursos públicos inadequados para o processo educativo das crianças, adolescentes e jovens. Este banco de dados seria abastecido democraticamente e disponibilizaria suas informações ao público em geral. E as ocorrências podem ser facilmente encontradas nos eventos das prefeituras, estados, Distrito Federal e universidades. É nas universidades públicas e nos centros de formação de professores que nasce boa parte das inadequações educacionais. Algumas temáticas contraditórias dominam cursos de formação, cursos de extensão, congressos, simpósios, seminários, encontros, disciplinas de graduação e pós-graduação, além de linhas de pesquisa inteiras em cursos de mestrado e doutorado.

Há dissertações e teses sem a menor consistência científica e são escancaradamente engajadas na militância ideológica. Mesmo assim, acabam sendo politicamente incorporadas na pedagogia que chega às escolas. E para isto contam com o financiamento do regrado dinheiro público que as agências de fomento destinam à pesquisa, extensão e ensino.

Não considero esta minha proposta uma caça às bruxas, nem a supressão da liberdade de expressão. Antes, uma democratização do ensino que se transmite na escola e contra a política impositiva de conceitos. Expresso-me, sobretudo, a respeito de algumas interpretações dadas aos temas transversais que não levam em consideração os interesses da formação geral que tem o povo brasileiro.
Fica a dica ao deputado Roberto de Lucena para, quem sabe, incluir este item e esta função no site do Observatório da Vida e da Família.

MEU ENCARECIDO PEDIDO DE AJUDA!

COMO VAI MINHA PESQUISA SOBRE O LIVRO DIDÁTICO/2014?

Não há exclusivismo nem ineditismo na pesquisa do livro didático. Este é um caminho já trilhado por muitos. O que pode haver de novo é o olhar sobre o objeto, que se diferencia em cada pessoa ou pesquisador. Se há novidade nesta minha pesquisa é pelo fato de que os livros são novos na escola e no mercado. Eles serão distribuídos pela primeira vez neste começo de ano letivo.

Quando iniciei a pesquisa em agosto de 2013, nas “amostras” que chegaram à escola, imaginei que seria possível investigar os 360 volumes da coleção. Ledo engano! A tarefa é árdua e meticulosa e meu tempo é curto visto que trabalho como professor nos três turnos (manhã e tarde em duas escolas municipais e à noite, no Ensino Superior). Para uma analise mais cuidadosa, dediquei-me apenas às coleções do GRUPO 1: PORTUGUÊS, ESPANHOL E INGLÊS, referentes aos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental, que pretendo terminar até o próximo mês de julho.

Esta minha pesquisa tem o objetivo de identificar doutrinação ideológica, de costumes, de comportamento e política para servir de informação e alerta à sociedade.

Meu pedido é para que outros professores que comunguem a mesma visão me acompanhem neste projeto, para que no mês de julho possamos fazer um relatório conjunto de todas as ocorrências. Portanto, é necessário que se levantem professores dispostos a pesquisar as coleções de: MATEMÁTICA, CIÊNCIAS, HISTÓRIA E GEOGRAFIA. Ficaria muito grato se professores de PORTUGUÊS, ESPANHOL E INGLÊS também se engajassem no projeto para que nossos diferentes olhares se unissem na melhor análise desses materiais.

Este levantamento é necessário para identificarmos e divulgarmos o que há de doutrinação nos livros, para orientação dos pais, educadores e secretarias de educação municipais, estaduais e distrital. Servirá também para mostrar quais livros ainda seguem o modelo tradicional ou conservador.
Onde estão os voluntários para esta causa?

VEM AÍ UM BLOG PARA O REGISTRO DE DOUTRINAÇÃO NO LIVRO DIDÁTICO!

Um blog para registrar as ocorrências de doutrinação governamental no livro didático entrará no ar em março. Ele nasce inspirado no site “Escola Sem Partido”, coordenado pelo Dr. Miguel Nagib de quem colho experiências e incentivo. Espero que vocês me ajudem construção e divulgação desse blog.

QUAL A JUSTIFICATIVA PARA SE PREOCUPAR COM A DOUTRINAÇÃO GOVERNAMENTAL NO LIVRO DIDÁTICO?

As evidências de doutrinamento nos livros didáticos destinados aos 50 milhões de estudantes da rede pública fortalecem as suspeitas de que o Governo promove uma revolução cultural. E é um tipo de revolução operada pela mudança nos valores e no pensamento coletivo, parecida com a proposta de Antonio Gramsci. Mas ao desconstruir e substituir valores arraigados na sociedade, esses livros ferem a crença, a moral, a filiação política e ideológica das famílias do povo.

Há nos livros, portanto, posições deliberadas de desconstrução da heteronormatividade e do conceito de família tradicional, da forma que está na Constituição de 1988; o relativismo de autoridade entre pais e filhos (pregando a autonomia do filho com relação a autoridade dos pais); a desconstrução dos valores culturais judaico cristãos presentes na sociedade (com a desculpa do laicismo) mas coloca em seu lugar elementos de outras culturas e religiosidades; reconta a história recente do país, principalmente o período militar, com sublevação dos valores comunistas; destaca e exalta as revoluções comunistas pelo mundo e sublima seus líderes; uma visão marxista da sociedade, da economia e da política; escolha do paradigma relativista para a moral, a ética e o comportamento.

Particularmente, compreendo que o Estado extrapola suas funções com esse tipo de doutrinamento, ainda mais quando ele se dispõe a direcionar o pensamento da sociedade. Os filhos pertencem às famílias e não ao Estado e são elas as responsáveis para lhes ensinar os valores morais, éticos, religiosos e familiares.

Mas o Governo aproveita a fragilidade financeira de 87% das famílias que não podem escolher a escola, os professores, os livros e o método de ensino para os filhos porque dependem da educação pública. Dessa forma, o MEC trai as famílias que confiam na parceria constitucional com o Estado ao transformar crianças e jovens em vítimas das suas experiências de laboratório social e ideológico e das suas aventuras pedagógicas.

Se esse processo não retroceder, daqui a 10 ou 15 anos, quando as crianças e jovens de hoje forem os protagonistas da vida política e social, esta revolução eficiente e silenciosa do Governo terá ocorrido. Então, conheceremos uma geração ainda mais distanciada de Deus e dos valores familiares dos seus pais, porque aprenderam na escola. E será essa geração domesticada pelo Governo na escola que exigirá cada vez mais um modo relativista de viver, instituições frágeis e enfraquecimento da autoridade. Um novo anarquismo. Além do mais, propensa ao socialismo. Provavelmente, um socialismo e um anarquismo diferentes dos modelos clássicos, mas com o mesmo espírito.

Esta minha carta é de livre propagação, caso você entenda que deve enviá-la para seus contatos, irmãos em Cristo interessados em Educação.
Um abraço,

Prof. Orley José da Silva
Sou evangelista na ADCampinas (Goiânia) e missionário na evangelização universitária há 18 anos (monto e coordeno grupos de evangelismo em faculdades e universidades). Professor no Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino de Goiânia e professor universitário. Mestre em letras e linguística (Universidade Federal de Goiás) e mestrando em ministério (Seminário Presbiteriano Renovado Brasil Central).
professororleyjosedasilva@gmail.com
(62) 81514752

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Assembleia de Deus quebra tabu religioso e promove sua primeira Conferência MDA



Por Jesiel Jeronimo, Jornalista

Quase 2 mil pessoas lotaram o templo sede da Assembleia de Deus – Ministério de Colombo na primeira Conferência MDA (Modelo de Discipulado Apostólico) realizada entre os dias 28 e 31 de janeiro na capital da Uva, Colombo-PR. Pastor Edilson Santos Siqueira, presidente da igreja, recepcionou líderes de diversas igrejas bem como os membros da igreja local para o evento que marca a trajetória de crescimento da Assembleia de Deus no município. Gildo Vasconcelos, pastor auxiliar da Igreja da Paz em Fortaleza-CE, e pastor Jean, seu discípulo foram os palestrantes convidados.

A conferência reforçou a importância da visão MDA que se trata de ganhar almas para Cristo e ao mesmo tempo cuidar bem dela. Portanto aquele que ganha almas para o Reino de Deus deve estar preparado para cuidar bem dela. Diversos esclarecimentos foram dados nesse sentido e novos aprendizados foram aprendidos na ocasião.

Pelo resultado do evento é possível prever que em breve uma nova conferência será realizada. Os participantes saíram animados com o que foi explanado e já experimentado durante o pouco tempo de implantação da visão. As plenárias aconteceram no período da manhã e noite. Milagres de curas e batismo com o Espírito Santo foram vistos durante o evento.

Entre diversas mensagens proféticas o pastor Gildo ministrou na vida do pastor Edilson o que antes já havia sido profetizado: “Deus vai usar essa igreja para impactar as Assembleias de Deus do Sul do Brasil”, A mensagem também expunha que o mover de Deus será tão grande que os frutos desse trabalho se multiplicarão pelo mundo.

“Quem viver verá”, profetiza pastor Edilson Siqueira também primeiro secretário da CIEADEP – Convenção das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus no Estado do Paraná. O mesmo relatou que diversos colegas pastores no Paraná já o procuraram para também implantarem a visão MDA em seus campos ministeriais. Segundo pastor Edilson o momento é de espera. “ Precisamos solidificar a visão em nosso ministério primeiro, depois vamos auxiliar nossos colegas e vai ser uma benção”.

Com apoio de sua diretoria, pastor Edilson Siqueira implantou a visão de igreja em células no ano de 2012 utilizando a nomenclatura “Lar Missionário”. O ministério assembleiano conta com mais de 70 congregações. Atualmente cerca de 10 igrejas atuam na visão que gradativamente está sendo implantada. A expectativa é que nos próximos meses, cerca de 18 congregações adotem a visão MDA em seus serviços ministeriais.


À esq. Pastor Gildo Vasconcelos e o presidente da igreja Assembleia de Deus, anfitriã da Conferência MDA - pastor Edilson Santos Siqueira.