terça-feira, 31 de maio de 2016

Redes sociais vão apagar postagens e comentários preconceituosos

As gigantes da internet vão a partir de agora analisar e remover, em até 24 horas, comentários que incitem a violência na web.

Logo da rede de microblog Twitter
Logo da rede de microblog Twitter (Michael Nagle/Bloomberg/Getty Images)

A Comissão Europeia anunciou nesta terça-feira que algumas gigantes da internet, como Facebook, Twitter, YouTube e Microsoft, assinaram um código de conduta da União Europeia (UE) no qual se comprometeram a lutar contra os discursos de ódio nas redes sociais.
O comunicado da entidade diz que as companhias devem, a partir de agora, “ter procedimentos claros e eficazes para analisar” as denúncias e remover o conteúdo inadequado quando for necessário. A nota ainda diz que a verificação e supressão dos comentários de cunho homofóbico, racista e quaisquer postagens que incitem o ódio devem ser feitas em menos de 24 horas, segundo o código de conduta.  Os signatários também concordaram em fornecer embasamento e “formação periódica aos seus funcionários sobre a evolução da sociedade atual” para poderem entender com mais clareza o contexto dos comentários.
“Os recentes atentados terroristas nos lembraram da necessidade urgente de enfrentar a incitação ilegal ao ódio na internet”, disse no comunicado a comissária europeia, Vera Jourova. “Infelizmente, as redes sociais são um dos instrumentos que os grupos terroristas utilizam para radicalizar as pessoas jovens e os racistas para divulgar a violência e o ódio”, acrescentou.
Gerentes do Twitter e do Facebook foram citados na nota oficial da Comissão Europeia e comentaram o acordo.  “Mantemos nosso compromisso de permitir que o fluxo de tuítes continue”, mas “existe uma clara distinção entre a liberdade de expressão e as condutas que incitam a violência e o ódio”, afirmou Karen White, coordenadora de políticas públicas do Twitter na Europa.

Fonte: Veja


quarta-feira, 25 de maio de 2016

Conheça Pepper, o garçom-robô da Pizza Hut


Em parceria com a Mastercard, rede de restaurantes pretende adotar a novidade em toda a Ásia até o fim de 2016


Pepper, o garçom-robô da Pizza Hut
Com Pepper, o garçom-robô, a Pizza Hut pretende reduzir o tempo de espera dos clientes(Divulgação/VEJA)

O futuro com trabalhadores humanoides chegou - ao menos a parte da cadeia de restaurantes da Pizza Hut. A rede começou a utilizar como garçom um robô batizado de Pepper, que deve chegar a todas as suas lojas localizadas na Ásia ainda em 2016.
A adoção do robô-garçom ocorre por meio de uma parceria entre a Pizza Hut e a Mastercard. A bandeira de cartões de crédito vai utilizar Pepper para disseminar o uso do MasterPass, sua plataforma de pagamento digital.
O robô faz recomendações de pratos e apresenta as ofertas do dia. Com um celular, o cliente paga diretamente a Pepper, que terá um leitor de código QR. A Pizza Hut espera reduzir o tempo de espera dos clientes com seu novo garçom.
Pepper foi desenvolvido pelo SoftBank, conglomerado financeiro japonês que tem também um braço de atuação em robótica. O robô tem capacidade de ler expressões faciais de humanos - e reagir de acordo com elas.
O robô começou a ser vendido em 2015 com tiragens ainda bastante limitadas. As 1.000 unidades colocadas à venda em dezembro, por exemplo, esgotaram-se em um minuto. Na semana passada, a empresa anunciou que a pré-venda em escala comercial começará em julho. Pepper custará 1.700 dólares, ou quase 6.000 reais.

Fonte: Veja

Escolas precisam ensinar jovens a lidar com as emoções, diz Augusto Cury

THIAGO VARELLA - UOL EDUCAÇÃO - 20/05/2016 - SÃO PAULO, SP
O médico Augusto Cury é um dos escritores mais lidos do Brasil. Seus livros de autoajuda ensinam técnicas para desacelerar o pensamento e melhorar a qualidade de vida e fazem um sucesso estrondoso em um país onde apenas 8% das pessoas em idade de trabalhar são consideradas plenamente capazes de entender e se expressar por meio de letras e números.
Ele quer que suas ideias estejam presentes nas escolas brasileiras. `As escolas e os pais estão tão desesperados com os filhos. Os jovens estão muito ansiosos. As crianças de sete anos de idade têm mais informação do que um imperador romano. Ansiosas, elas acordam de madrugada para mexer no celular`, contou.
Para reverter essa situação, não é preciso tomar remédios ou fazer terapia. Segundo Cury, se os jovens tivessem aulas específicas de educação socioemocional, o panorama seria totalmente diferente. A ideia principal é ensinar os estudantes a lidar melhor com suas emoções e com sua inteligência.
`A educação socioemocional é o futuro da educação mundial`, afirma. `A teoria que desenvolvi sobre inteligência multifocal me jogou nos braços da educação. Falo do gasto de energia emocional inútil que leva ao esgotamento do cérebro. E isso acontece muito com nossos alunos`.
Cury bolou um programa, chamado Escola da Inteligência, que, com uma hora aula por semana, dentro da grade curricular do aluno, ajuda a desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar.
Presente em mais de 300 escolas no Brasil, a ideia é levar a iniciativa para o ensino público.
Cury é autor de 39 obras de psicologia aplicada e foi um dos dos palestrantes da Bett Brasil Educar 2016, evento que ocorre em São Paulo nesta semana.

terça-feira, 24 de maio de 2016

'Ônibus do futuro' levará 1.200 passageiros e passará sobre carros

O veículo também está sendo conhecido como Hoverbus
O veículo também está sendo conhecido como Hoverbus | Reprodução/CCTV


POR Fernando Moreira

O veículo está sendo chamado de "ônibus do futuro", mas o futuro parece que não vai tardar. Os testes iniciais devem começar no segundo semestre deste ano, em Qinhuangdao (província de Hebei, China). A ideia é resolver o drama do tráfico intenso em grandes cidades do país mais populoso do mundo.
Com o nome de Ônibus de Tráfego Elevado, o veículo circulará em trilhos, passará sobre carros e levará até 1.200 passageiros por viagem.

video

Em reportagem da CCTV, emissora estatal chinesa, Bai Zhiming, engenheiro-chefe do projeto disse que o veículo terá funcionalidade semelhante do metrô, mas com uma grande vantagem: um quinto do custo do transporte subterrâneo.
O Hoverbus, como o imponente veículo também é conhecido, poderá começar a circular oficialmente em um ano.
Fonte: O Globo

Uso obrigatório de farol baixo durante o dia em rodovias é regulamentado por lei


Edilson Rodrigues/Agência Senad
Edilson Rodrigues/Agência Senad



Foi publicada nesta terça-feira (24) a Lei 13.290/2016, que determina o uso obrigatório de farol baixo durante o dia em rodovias. A lei tem origem no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 156/2015, aprovado no Senado no final de abril.
A medida com objetivo de aumentar a segurança nas estradas foi defendida pelo relator da matéria no Senado, senador José Medeiros (PSD-MT), que atuou como policial rodoviário federal por 20 anos. Para o senador, trata-se de um procedimento bastante simples que deverá contribuir para a redução da ocorrência de acidentes frontais nas rodovias e salvar inúmeras vidas.
— O trânsito brasileiro é um dos que mais matam no mundo. São quase cinquenta mil vítimas fatais por ano. Essa proposta, além de não ter custos, pode resultar em menos acidentes — afirmou José Medeiros.
A baixa visibilidade foi apontada pelo autor da proposta, deputado Rubens Bueno (PPS-PR), como uma das principais causas de acidentes de trânsito nas rodovias. Segundo Bueno, “os condutores envolvidos continuam relatando que não visualizaram o outro veículo a tempo para tentar uma manobra e evitar a colisão”.
A nova lei altera o Código de Trânsito Brasileiro. Apesar de o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) já ter editado uma resolução recomendando o uso de farol baixo nas rodovias durante o dia, o entendimento é de que só uma norma com força de lei levaria os motoristas a adotarem a medida.
Prazo
Foi vetado o artigo pelo qual a lei entraria em vigor na data de publicação. De acordo com as razões do veto, “a norma possui amplo alcance, pois afeta os motoristas que circulam em rodovias nacionais e os órgãos de trânsito da Federação, e resulta na previsão de nova infração de trânsito, de gravidade média. Sempre que a norma possua grande repercussão, deverá ter sua vigência iniciada em prazo que permita sua divulgação e conhecimento.”
Segundo a Lei de Introdução ao Código Civil, as leis entram em vigor 45 dias após a publicação oficial, salvo disposição em contrário, ou seja, exceto se estiver explícita a data de início da vigência. Com o veto então, esta lei entra em vigor daqui a 45 dias.

Fonte: Agência Senado

Deputado Diego Garcia confirma presença em Colombo




Deputado federal, Diego Garcia (ao centro), em seu gabinete. À esq. pastor Rodrigo Siqueira.  Pastor Ozéias Santos participou da reunião.
O deputado federal Diego Garcia (PHS-PR), virá à Colombo no mês de julho para participar de reunião da Executiva Municipal do partido e dar apoio ao Projeto Cidadania Vencer, iniciativa da Igreja Assembleia de Deus-Ministério de Colombo, liderada pelo pastor Edilson Siqueira. Diego Garcia, presidente da Executiva Estadual do PHS é católico carismático e assim como lideranças da igreja evangélica Assembleia de Deus, prima pela valorização da família e direitos fundamentais a vida. 

O jovem Diego Garcia, 31 anos, natural de Bandeirantes-PR, está em seu primeiro mandato na Câmara Federal e já desponta como um dos parlamentares de maior atuação nesse pleito.  O deputado é relator das comissões de Seguridade Social e Família e de Cultura. Ano passado seu relatório referente ao Estatuto da Família, foi aprovado. Por 17 votos favoráveis e 05 contrários, o parecer do relator definiu família como união entre homem e mulher por intermédio do casamento ou união estável ou comunidade formada por um dos pais junto com os filhos.

Agenda

A reunião da Executiva Municipal PHS e Projeto Cidadania Vencer, no mês de julho, contará com a presença dos pré-candidatos a vereadores, filiados e apoiadores do projeto. Segundo pastor Rodrigo Siqueira, que esteve em Brasília, disse que o deputado Diego Garcia dará total apoio ao município de Colombo e colocou seu pleito à disposição do Projeto Cidadania Vencer.




segunda-feira, 23 de maio de 2016

Usar o Facebook pode mudar sua religião, diz estudo

Pesquisa revela que os usuários das redes sociais aceitam melhor as crenças de religiões diferentes da sua


por Leiliane Roberta Lopes

Uma pesquisa publicada recentemente nos Estados Unidos mostra que as redes sociais, principalmente o Facebook, pode fazer com que as pessoas mudem de religião.
E não se trata de evangelismo on-line, mas sim de incorporar e tornar como verdade as crenças, dogmas e práticas de outras religiões que são divulgadas na rede.
A reportagem da Super Interessante traz como exemplo a frase: “Borboletas não conseguem ver as próprias asas. Elas sabem o quanto são bonitas, embora todos ao redor consigam”.
Muitas pessoas compartilhariam a mensagem sem saber que se trata de uma frase postada em uma página do Islã.
A Universidade de Baylor, no Texas (EUA), realizou um estudo que mostra como as redes sociais interferem nas crenças das pessoas.
A pesquisa ouviu 3 mil jovens de 13 a 17 anos a respeito de assuntos religiosos entre os anos de 2002 e 2013.
As questões apresentadas eram: e, para eles, outras religiões além da que seguiam poderiam ter valores verdadeiros; se aceitar algumas crenças de outras religiões seria ok ou condenável; e se uma pessoa da mesma religião que eles poderiam acreditar em partes de outras religiões.
A conclusão da pesquisa foi que 80% dos entrevistados acha “ok” incorporar novas crenças em suas vidas ainda que elas façam parte de religiões diferentes das suas.
Ainda segundo o estudo, 89% dos jovens que usavam as redes sociais se mostraram mais flexíveis em relação aos dogmas religiosos, enquanto que os que não utilizavam plataformas como o Facebook se mostraram menos flexíveis além de frequentarem mais os cultos e rituais religiosos.
Os pesquisadores acreditam que as redes sociais estão mostrando as religiões de uma forma diferente, fazendo com que membros de outras crenças possam escolher o que aceitar e o que rejeitar do que lhe é oferecido pela internet.
Os pesquisadores americanos também acreditam que a sensação de anonimato da rede também permite que os usuários curtam mensagens de outras crenças, o que não acontece no meio off-line.
Fonte: Gospel Prime

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Tia Jô é pré-candidata a vereadora em Colombo

Conheça um pouco da história dessa mulher guerreira com atuação na educação infantil dentro e fora das igrejas evangélicas de Colombo e Centro de Educação Infantil em Pinhais.


Tia Jô e seu esposo Elizeu. Líderes de célula realizada em suas casas.


Por Jesiel Jeronimo, Jornalista

Jonatas Lopes Santana, conhecida como Tia Jô, nasceu em Terra Roxa no ano de 1962. Filha de Francisco Garcia Lopes e Jerônima de Jesus Lopes é Colombense desde 1987, moradora do bairro Maracanã. Tia Jô esbanja simpatia e atrai não só a atenção das crianças, mas também de jovens e adultos, que logo nos primeiros minutos de conversa, já se tornam amigos dessa figura singular. Casada com Elizeu Santana, tem uma filha que se chama Rebeca Lopes. Tia Jô é pré-candidata pelo PHS Colombo.

Formação Profissional 

Formada em Pedagogia pela Universidade Castelo Branco (UCB), de São Paulo, e Pós-graduada em Psicopedagogia pela Faculdade de Educação de Colombo (FAEC), Tia Jô é Educadora infantil desde 2006 no município de Pinhais onde foi gestora do Centro Municipal de Educação Infantil Vó Charlote (CMEI Vó Charlote) na gestão 2014-2015. Por decisão pessoal, resolveu não concorrer a um novo pleito. A torcida dos colegas não faltou.


Homenagens

Recebendo a homenagem do "Dia do Servidor Público"
O apoio foi tanto que Tia Jô recebeu inúmeras homenagens no período de sua gestão. Entre elas “Dia do Servidor Público”, foi homenageada pela administração municipal da cidade, recebendo a homenagem da própria secretária de Educação de Pinhais, Andrea Franceschini e também da vereadora Rosa Maria. O CMEI Vó Charlote passou por reestruturação física e administrativa em sua gestão, digna de reconhecimento na área educacional por toda a região metropolitana de Curitiba.


Atuação na Comunidade Evangélica

O reconhecimento como “ Tia Jô” aconteceu em 1998 quando iniciou seus trabalhos a frente de departamentos infantis da Igreja Assembleia de Deus no bairro Jardim Fátima. Tia Jô não apenas cuidava de crianças na hora das reuniões (cultos), matutinos e noturnos dos finais de semana, ela foi além. Tia Jô se tornou Coordenadora do departamento infantil da Igreja Assembleia de Deus – Ministério de Colombo, se mantendo nessa função por 10 anos consecutivos.

A filha Rebeca Lopes sempre acompanhou Tia Jô em seus trabalhos na igreja 
Nesse período liderou grandes eventos envolvendo mais de 40 igrejas; realizou Escolas Bíblicas de Férias (EBF); coordenou a formação de educadores infantis do Curso Ministério Infantil de Colombo (MIC), além de atuar como professora de diversas faixas etárias de crianças. Ela abril caminhos para a continuidade desse trabalho que até hoje revela talentos na área infantil não só nesta igreja, que atualmente conta com 70 prédios, mas influenciou pessoas de toda Colombo em diversas igrejas e sociedade em geral da cidade. Até hoje, inúmeras pessoas a reconhecem na rua e se lembram da infância vivida com a Tia Jô. Ela retribui a atenção com seu sempre simpático sorriso.
O garotinho (1º à dir. da foto) é o jovem Abner Bergman, filho do Maestro Elizeu do Carmo. 
Olha o garotinho  Abner Bergman aí rsrs... cresceu, mas continua cheio de graça kkkk. O outro é o Felipe Soll, seu primo e colega de infância.

Essas crianças já estão na juventude.


Os trabalhos da Tia Jô, na igreja, continuam. Tia Jô exerce liderança de célula (Lar Missionário) junto com seu esposo Elizeu. Semanalmente, recebem em suas casas os amigos novos e antigos para estudarem a Bíblia, cantarem hinos de louvores a Deus e passarem momentos agradáveis de convivência. E claro, nesses encontros também existem crianças para ouvirem seus ricos ensinamentos. 

Novo desafio


Como pré-candidata a vereadora de Colombo, Tia Jô espera poder contribuir com o município na área educacional. Se confirmada sua candidatura irá apresentar projetos de leis que venham de encontro as várias necessidades percebidas nos centros educacionais infantis bem como fiscalizar a administração pública do município em todos os setores da sociedade.

Poluição mata 12,6 milhões de pessoas por ano




 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Baixa qualidade do ar é o que mais preocupa a OMS.


 Caroline Olinda - Gazeta do Povo


Estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostra que 12,6 milhões de pessoas morrem a cada ano por causa da poluição. No relatório “Prevenção da doença através de ambientes saudáveis: uma avaliação global dos riscos ambientais”, a poluição do ar, da água e do solo, a exposição a produtos químicos e até as mudanças climáticas são apontados como elementos que contribuem para a ampliação das mortes causadas por doenças não transmissíveis.
“Se os países não tomarem medidas para tornar saudáveis os ambientes onde as pessoas vivem e trabalham, milhões continuarão a ficar doentes e morrer ainda muito jovens”, alertou no início desta semana a diretora-geral da OMS, Margareth Chan.
Na mesma linha, a pesquisadora Maria Neira, diretora do Departamento de Saúde Pública e Ambiental da OMS, afirma que é preciso que os países façam investimentos para reduzir os riscos ambientais. “Tais investimentos podem reduzir significativamente, em todo o mundo, a carga crescente de doenças cardiovasculares e respiratórias, lesões e cânceres”, disse.
A poluição do ar, que inclui a exposição à fumaça de cigarro, é o que mais preocupa. Segundo o estudo, são 8,2 milhões de mortes por ano causadas por esse fator. Entre as doenças relacionadas ao ar poluído estão as cardiopatias, alguns tipos de câncer e doenças respiratórias crônicas.

Material particulado

Um dos inimigos é o chamado material particulado. Esse tipo de material é resultado, principalmente, da queima de combustíveis fósseis. De acordo com a OMS, a exposição diária máxima aceitável a esse poluidor é de até 10 microgramas por metro de cúbico de ar. Mas em muitas cidades do mundo o nível de concentração fica acima disso.
Na região do Aeroporto de Congonhas (SP), por exemplo, a média de concentração desse material na tarde desta quinta-feira (17) era de 30 mictogramas por metro cúbico de ar, segundo monitoramento da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Na média das últimas 24 horas, a concentração era de 24 microgramas por metro de cúbico de ar. Esse nível de concentração já é prejudicial a saúde e está relacionado, por exemplo, ao aumento de internações de idosos devido a problemas respiratórios.
O que torna o material particulado tão perigoso é o tamanho das partículas que o formam. Inferiores a 10 micrômetros, essas partículas vencem as barreiras respiratórias e atingem os alvéolos pulmonares. Além disso, junto com o dióxido de carbono, o material particulado também está relacionado ao aumento da pressão sanguínea e à arritmia cardíaca, outras duas importantes causas de mortes prematuras no mundo.

Grupos

Segundo o relatório da OMS, crianças com menos de 5 anos e adultos entre 50 e 75 anos são os grupos mais impactados pela poluição. Estima-se que a morte de 1,7 milhão de crianças e de 4,9 milhões de adultos poderiam ser evitadas a cada ano se houvesse uma melhor gestão do ambiente.
As crianças são particularmente prejudicadas pela poluição da água. Embora a melhora nas qualidades de saneamento tenha feito reduzir as mortes por doenças infecciosas, os menores de cinco anos ainda sofrem com infecções causadas por águas contaminadas. Por ano, 846 mil pessoas morrem em todo o mundo devido às chamadas doenças diarreicas.
O relatório da OMS também mostra que a população de países de baixa e média renda localizados no Sudeste da Ásia e no Oeste do Pacífico foi a que mais sofreu os impactos da poluição na saúde. Segundo o levantamento, nessas regiões se registra 7,3 milhões de mortes relacionadas à poluição a cada ano. A maior parte delas devido à baixa qualidade do ar.

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Projeto Cidadania Vencer traz a Colombo o deputado federal Pastor Eurico



No gabinete da liderança do partido PHS em Brasília: à esq. pastor Ozéias, pastor Eurico e pastor Rodrigo.

Por Jesiel Jeronimo, Jornalista


Na terça-feira, 07 de junho, Francisco Eurico da Silva, conhecido como Pastor Eurico, deputado federal do PHS, pelo estado do Pernambuco, estará em Colombo para ministrar a Palavra de Deus no culto de Santa Ceia da igreja Assembleia de Deus-Ministério de Colombo e também falar de suas impressões a respeito da Política Nacional frente aos últimos acontecimentos bem como expressar seu apoio ao projeto Cidadania Vencer, projeto político de iniciativa desta igreja.

Os pastores Rodrigo Siqueira, assessor da presidência e Ozéias dos Santos, supervisor de área estiveram em Brasília, esta semana, em audiência com o deputado, que entre os assuntos tratados, estava o convite para o culto da Ceia Mensal de junho quando também será realizado Ato Profético em prol do Brasil e em especial ao município de Colombo.

Na Esplanada dos Ministérios e Congresso Nacional em Brasília 

O convite ao deputado Eurico partiu do pastor Edilson Siqueira, pastor-presidente da AD Colombo, um grande incentivador de boas causas para o município tendo implantado na cidade a campanha do bem com as frases proféticas: “Colombo, Cidade do Amor” e “Colombo é do Senhor Jesus”.

O projeto Cidadania Vencer traz a Colombo o político e pastor Eurico por sua firme trajetória política de dois mandatos como deputado federal com as bandeiras: valores familiares, reinserção social e resgate da moral e dos bons costumes. Na câmara é o vice-líder do partido. Atua em diversas comissões entre elas, destaco: Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; Comissão de Direitos Humanos e Minorias; Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Na convenção das Assembleias de Deus em Pernambuco o pastor Eurico já foi tesoureiro e secretário. Na convenção geral das Assembleias de Deus no Brasil, foi secretário da comissão de apologética. Na vida pessoal é comerciário e comunicador de rádio com quase 30 anos de locução.

Nesta visita em Brasília, os pastores Rodrigo e Ozéias, abençoaram o poder público declarando que o Brasil é do Senhor Jesus. Também reafirmaram na capital brasileira dizendo" Colombo é do Senhor Jesus".

Abençoando a nação brasileira em frente ao Palácio do Planalto em Brasília


Programação
Culto de Santa Ceia na AD Colombo-Ministério de Colombo
Local: Rua São Gonçalo do Amarante, 188 – Jardim Fátima – Colombo-PR
Horário: das 18h às 19h30 e das 20h às 21h30

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Deixem o homem trabalhar!

temer_-_reuter


Ricardo Noblat
Dilma caiu, mas a ficha do PT ainda não caiu. Ou melhor: a ficha de sua militância, nela incluída a profusão de blogs e de sites chapas brancas que alugaram sua voz por alguns bons trocados para defender Dilma e o PT.
Querem imobilizar Michel Temer. Cobram que ele faça tudo igual à Dilma ou, de preferência, à esquerda do que ela fez. Espancam Temer pelo que faz, pelo que deixa de fazer e pelo que jamais fará.
Se ele se esquece de pôr uma mulher no ministério, apanha. Se ele se apressa em povoar seu governo de mulheres em cargos de relevo, apanha porque se revela um presidente sujeito a pressões.

Ora, assim como Dilma, Temer é uma invenção de Lula, engolida pelo PT de bom ou de mau agrado, não importa, mas engolida. Vão reclamar a Lula, agora às voltas com sua herança maldita.
Temer serviu como vice para garantir os votos do PMDB à eleição e reeleição de Dilma. Foi diplomado pela Justiça Eleitoral juntamente com ela. Mas agora não serve para governar? Como não serve?
Não se escolhe um vice sem levar em conta que ele substituirá o presidente em suas ausências eventuais, ou numa ausência definitiva. Como o PT imaginou que Dilma seria eterna… Ou até Lula voltar…
Foi eterna enquanto durou. Pelo que fez e, principalmente, pelo que deixou de fazer, até que durou mais do que o próprio PT e Lula desejaram. Há muito tempo que queriam livrar-se dela.
Temer é um político conservador, e o PT sabia disso. Justamente por ser conservador, foi escolhido para vice. Era preciso contentar e garantir o voto de eleitores mais à direita.
Não indiquei Temer para vice de Dilma. Nem você indicou certamente. Não votei na dupla Dilma e Temer. Não sei se você votou. Votei em Lula mais de uma vez. E o resultado… Peço desculpas pela parte que me cabe.
Só bati de véspera em um único governo: no de Fernando Collor. Tinha certeza que seria um desastre porque seu titular era uma fraude, como se provou. Perdi o emprego por isso.
Aos governos que antecederam ao atual, desejei boa sorte. Torci para que dessem certo. Não vejo sentido em torcer pelo fracasso de ninguém. Muito mais quando o destino do país está em jogo.
Desejo boa sorte ao presidente Temer. Ele pode contar comigo para fiscalizar seu governo com rigor e sem piedade. Creio que é para isso que servem os jornalistas.
Assino embaixo o que um dia disse Millôr Fernandes: “Jornalismo é oposição. O resto é armazém de secos e molhados”.
E acrescento: o jornalismo serve para satisfazer os aflitos e afligir os satisfeitos.
(foto: Reuters)

terça-feira, 17 de maio de 2016

Michel Temer e seus ministros

Estes são os ministros do governo interino de Michel Temer:
Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações
Raul Jungmann, ministro da Defesa
Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo
Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional
Bruno Araújo, ministro das Cidades
Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Henrique Meirelles, ministro da Fazenda
Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura
Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil
Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário
Leonardo Picciani, ministro do Esporte
Ricardo Barros, ministro da Saúde
José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente
Henrique Alves, ministro do Turismo
José Serra, ministro das Relações Exteriores
Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho
Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania
Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil
Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
Fábio Osório Medina, AGU
Fernando Coelho Filho, Minas e Energia
Marcos Pereira, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
Fonte: http://blog.planalto.gov.br/


terça-feira, 10 de maio de 2016

Cursos a distância oferecidos pelo Senado têm 150 mil alunos






Da Redação senado | 09/05/2016, 09h40 - ATUALIZADO EM 09/05/2016, 15h47

Pelo menos 150 mil pessoas estão matriculadas atualmente nos cursos a distância do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), que responde pela política de capacitação do Senado. São treinamentos gratuitos e de curta duração voltados para servidores da Casa, funcionários de outros órgãos públicos e cidadãos de todo o país. Os temas são variados e tratam do Poder Legislativo, do orçamento, da administração pública e de política.
De acordo com Simone Dourado, coordenadora de Capacitação, Treinamento e Ensino do ILB, aproximadamente 600 mil alunos participaram dos cursos a distância entre janeiro de 2014 e maio de 2016. Segundo ela, o índice de desistência e reprovação varia entre 20% e 30%.
— Em 2014, por exemplo, dos 160 mil inscritos nos cursos a distância, 69.289 receberam certificados. Já em 2015, tivemos cerca de 190 mil pessoas para 80 mil certificados. São pessoas que atingiram média superior a 70. Nosso objetivo é aumentar em 10% o número de certificações neste ano — comparou Simone.
Há mais de 30 cursos a distância gratuitos on line. Estão com inscrições abertas, entre outros, os cursos de Ética e Administração Pública, com duração de 60 dias e carga horária de 40 horas/aula, e Conhecendo o Novo Acordo Ortográfico, com 20 horas/aula e prazo de conclusão de 60 dias. As matrículas devem ser feitas pela Plataforma Saberes, no sitesaberes.senado.leg.br, que também relaciona os cursos disponíveis, o conteúdo programático de cada um deles e as regras de funcionamento.
Simone Dourado destacou que, na modalidade de ensino presencial, a procura também tem sido expressiva, principalmente em função do Programa de Formação Gerencial (PFG), destinado a servidores do Senado que ocupam cargos de gerência. Nos anos de 2014 e 2015, houve 2,2 mil certificações nessa modalidade. Entre os cursos presenciais, está o de Secretariado Executivo, cujo início das aulas será em junho.
Os objetivos do ILB, segundo a coordenadora, são garantir mais eficiência aos serviços prestados pelo Senado e continuar priorizando a qualidade da capacitação.
— Procuramos garantir um caráter de qualidade às capacitações. Não focamos em muitos recursos, mas o conteúdo oferecido é de muita qualidade. Esses cursos são observados e cuidados diariamente. Além disso, respondemos cerca de 2 mil questionamentos feitos pelo público diariamente, por meio do e-mail — explicou.
O ILB oferece também cursos de pós-graduação lato sensu para servidores. Por meio do Interlegis, ainda há as parcerias para treinamento com assembleias legislativas de todo o país.

O ILB

Ao Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) compete exercer as prerrogativas de Escola de Governo do Senado Federal, que consistem em gerir e executar a Política de Capacitação da Casa e o Programa de Integração e Modernização do Poder Legislativo Brasileiro (Interlegis). O ILB também concebe, formula, executa e avalia as ações de formação, treinamento e desenvolvimento de pessoas e equipes. O endereço é www.senado.leg.br/ilb.
Fonte: Agência Senado

sexta-feira, 6 de maio de 2016

O futuro do trabalho: 10 casos em que robôs já tomaram o lugar de humanos




Estudo do Fórum Econômico Mundial prevê que, até 2020, novas tecnologias vão eliminar 5,1 milhões de postos de trabalho em 15 países. São elas:

Analista de investimentos
Atendente de loja
Carteiro
Metalúrgico
Jogador profissional de Go
Diretor de criação
Entregador de pizza
Editor de vídeo
Policial
Escritor




quinta-feira, 5 de maio de 2016

Parente do presidente Café Filho é pré-candidato a vereador em Colombo

Jurandi Júnior é bisneto do pastor Manoel Jerônimo, um dos fundadores da igreja Assembleia de Deus no Paraná. O presidente João Café Filho é primo-irmão do pastor Manoel Jerônimo. 




Jurandi Júnior e sua esposa  Elaine Fabryne em evento da convenção de pastores da Assembleia de Deus no Paraná


Por Jesiel Jeronimo, Jornalista



Nascido em 11 de março de 1979 o pontagrossense (Ponta Grossa-PR), Jurandi Jeronimo da Silva Júnior é filho do faxinalense (Faxinal-PR), Jurandi Jeronimo e da tamandareense (Almirante Tamandaré-PR), Isabel Cristina. Jurandi Júnior segue o histórico paterno e materno. Do lado parteno há raízes políticas e eclesiásticas como o grau de parentesco com o presidente do Brasil, Café Filho e pastor Manoel Jerônimo, um dos fundadores da igreja Assembleia de Deus no Paraná. Do lado materno, raízes políticas. Jurandi Júnior é casado com Elaine Fabryne Almeida e pai de três filhos: Gabrielly, Arthur e Laura Hadassa. Jurandi Júnior é pré-candidato a vereador pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS) de Colombo.

Herança paternal eclesiástica
                                                                                         Arquivo
Pastor Manoel Jerônimo em registro histórico como 2º pastor presidente da Igreja Assembleia de Deus de Faxinal

A Família Jeronimo na década de 1930 surge no Paraná com o pastor Manoel Jeronimo (bisavô), plantando igrejas da Assembleia de Deus em diversos municípios. Um desses é o município de Telêmaco Borba onde o fundador foi homenageado com praça pública em seu nome: Praça pastor Manoel Jeronimo. Além desta cidade também presidiu campos eclesiásticos como Paranaguá, Faxinal, Antonina entre outros e foi braço direito do renomado e honrado pastor José Pimentel de Carvalho em seus primeiros anos na presidência da igreja Assembleia de Deus em Curitiba. O pai Jurandi Jeronimo também presidiu igrejas e plantou igrejas na obra missionária ao longo de 10 anos.

Herança paternal política
                                                                                      Arquivo fotográfico: Memória Rondonense (Harto Viteck)

À esq. presidente João Café Filho em ato inaugural do Palácio
Iguaçu em 1954. Ao seu lado, governador Bento Munhoz da Rocha Netto.

O jornalista, advogado e político brasileiro João Café Filho era primo do pastor Manoel Jeronimo. Na década de 1950 o primeiro presidente evangélico do Brasil Café Filho, vice-presidente, assumiu o comando do país após Getúlio Vargas cometer suicídio. Café Filho foi deputado federal pelo estado do Rio Grande do Norte nos períodos (1935-1937) e (1946-1951); vice-presidente (1951-1954) e presidente por um ano e meio (1954-1955).

Herança maternal política

Didio Santos (avô), pai de Isabel Cristina, foi delegado e político na cidade de Almirante Tamandaré. Por diversas ocasiões atuou como secretário municipal nas décadas de 1930 e 1950. Entre as homenagens recebidas, consta a Rua Didio Santos no centro da cidade.

Perfil eclesiástico

Jurandi Júnior é pastor de igreja há dez anos no campo eclesiástico da Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério de Colombo, presidida pelo pastor Edilson Santos Siqueira - onde atua como supervisor regional de três igrejas e membro da diretoria na função de conselheiro fiscal. Antes disso já atuava nos diversos departamentos da instituição desempenhando trabalhos sempre em funções de lideranças como na área Jovem, área musical e área missionária. Seu empenho eclesiástico é digno de reconhecimento ministerial. Atualmente é membro titular da convenção das Assembleias de Deus no Estado do Paraná (CIEADEP), como evangelista, e também reconhecido pela convenção geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).

Perfil político e profissional

Atendendo a sugestão de amigos, Jurandi Júnior resolve se colocar à disposição de um projeto político denominado Projeto Cidadania Vencer em parceria com o partido PHS Colombo. Esta é a primeira vez que se coloca como pré-candidato a vereador. Seu DNA político e eclesiástico demonstra que tem garra para encarar mais este desafio, caso seja confirmada sua pré-candidatura para o pleito político desse ano.


Sua atuação profissional está na área da construção civil. É projetista e estudante de engenharia civil atuando em inúmeros projetos de potencial construtivo auxiliando engenheiros de médias e grandes incorporadoras e construtoras do Paraná. 

terça-feira, 3 de maio de 2016

PHS Colombo e Projeto Cidadania Vencer apresentam seus pré-candidatos a vereadores



Nesse ato, reunião de filiação partidária. Ao microfone, pastor Edilson Siqueira, presidente da igreja Assembleia de Deus-Ministério de Colombo, parceira do PHS com o Projeto Cidadania Vencer.


Por Jesiel Jeronimo, Jornalista

O Partido Humanista da Solidariedade (PHS), de Colombo, está com sua equipe quase pronta para as eleições desse ano. Diversos filiados já procuraram a diretoria do partido se colocando à disposição para a disputa eleitoral em outubro. Na última segunda-feira (02), em reunião da executiva municipal e comissão política do Projeto Cidadania Vencer (iniciativa da igreja evangélica Assembleia de Deus-Ministério de Colombo), a presidente do PHS Colombo, Kelli Menegari, apresentou parte dos pré-candidatos. Outros nomes estão em análise para fechamento de chapa pura com time de 25 candidatos.

Kelli Menegari, presidente do Partido PHS Colombo

Até o momento, dezessete nomes estão aptos para registro de candidatura: Alcides Ribeiro de Souza; Amado de Oliveira; Carlos Roberto Moreira (Beto Moreira); Claudemir Augusto Rocha; Darcy Borges; Deborah Regina de Campos Ferreira; Jeremias José Fontoura; Jorge Vinicius Medeiros Leite; Jonatas Lopes Santana (tia Jô); Jurandi Júnior; kelli Menegari Santos; Loid Rocha; Marcos de Oliveira Schuindt; Marcos Rafael da Silva Marques; Michelli Teixeira; Norberto de Jesus Santos; e Waldomiro Moreira dos Santos.

Projeto Cidadania Vencer

A parceria do PHS com o Projeto Cidadania Vencer, iniciativa da Igreja Evangélica Assembleia de Deus-Ministério de Colombo traz ao município uma visão ampliada da forma de fazer política visando a valorização da família acima de qualquer interesse. Segundo palavras do presidente da igreja, pastor Edilson Siqueira, só foi possível acontecer a parceria porque o partido PHS preza pelo bem comum às famílias que é a base da sociedade assim como a igreja também.

“ A igreja valoriza a família. Prega contra o aborto, considera como casal o relacionamento entre homem e mulher. O PHS luta também pela família tradicional entre outros temas importantes para nós evangélicos que como igreja, queremos ver pai, mãe e filhos, vivendo com dignidade enquanto cidadãos nessa terra. Por isso concordamos em fazer essa parceria”, relata o presidente da igreja, pastor Edilson Siqueira.

Pastor Rodrigo Siqueira, membro da comissão política Projeto Cidadania Vencer


A comissão política do Projeto Cidadania Vencer é encabeçada pelos pastores Sergio Medeiros e Rodrigo Siqueira. Com eles uma equipe de pastores de todo o ministério da igreja, presente no município espalhada por mais de setenta prédios, vem ao longo dos últimos meses analisando e discutindo pontos da maior relevância para a política que precisam ser colocados para a sociedade.